Transição Capilar: texturização com papel higiênico

Gente, como vocês estão? Que SAUDADE de postar! Antes de ir para o assunto do post, quero explicar rapidamente o motivo da nossa ausência: além das dificuldades com a rotina, meu celular foi roubado e demorei para ter outro, o que atrapalha todo o trabalho do blog. Expliquei na nossa página do Facebook, por isso é importante que vocês sigam a gente lá para ficar por dentro de tudo.

Enfim, o post de hoje tem a participação super especial de uma amiga e leitora muito querida nossa, a Dayane Madeira. A Day está em transição e eu e a Sabryna acompanhamos o processo e ajudamos sempre que dá, com dúvidas e incentivos. A Day tem muita dificuldade de lidar com as duas texturas do cabelo e a parte alisada é muito difícil de cachear, então o cabelo vive preso.

Esses dias ela conseguiu ter sucesso em uma texturização e compartilhou o resultado comigo. Eu fiquei apaixonada e pedi para mostrar aqui no blog. Como eu e a Sabryna não estamos mais na transição, ficamos felizes de ter oportunidade de abordar esse assunto e ajudar quem ainda está nesta fase.

 

aam9hdkt

 

A Day fez a texturização com papel higiênico, muito conhecida no youtube. Ela pegou três partes do papel higiênico e dobrou ao meio no sentido do comprimento, depois dobrou mais uma vez e enrolou na diagonal. Ela achou que dessa forma ficaria mais firme. Os rolinhos ficaram assim:

 

gxfucxhk

 

Com o cabelo lavado, ela usou o creme de pentear Garnier Recriador de Cachos (resenha aqui) misturado com a Gelatina “Não sai da minha cabeça” da Salon Line. Pegando mechas não muito grandes, ela foi enrolando o cabelo, tendo atenção com as pontas ainda com química.

 

qezo-hs6

 

Depois de esperar por volta de 4h, o tempo necessário para o cabelo secar, a Day soltou os rolinhos e deu uma ajeitadinha e os cachos ficaram assim:

 

ffbsdz4

sqww-rgo

 

Lindos, né? Eu fiquei encantada, ainda mais porque o cabelo está com uma aparência maravilhosa de bem cuidado. A Day faz low pow há um tempo e gosta muito da técnica. Sobre a texturização, ela achou um processo demorado e cansativo, pois ela tem bastante cabelo. Por outro lado, o resultado foi compensador e durou dois days after, podendo durar mais. Ela usou uma blusa de cetim no travesseiro para garantir que os cachos não fossem tão desfeitos durante a noite, o que é uma ótima dica para um bom day after.

Acho que essa texturização é uma boa opção para quem está em transição e quer arrumar o cabelo para alguma ocasião ou mesmo para se sentir mais bonita e se ver com cachos, já que essa é uma fase tão difícil. Como é trabalhosa, infelizmente não dá para fazer todos os dias.

Quero agradecer a colaboração da Day e desejar que essa transição acabe logo e ela desfile mais por aí com esses cachos maravilhosos!

Espero que a dica dela tenha ajudado! Até mais.

 

patty

Resenha: Multy Creme Multifuncional Salon Line

Olá! Mais um resenha que eu estava devendo. Depois que acabou meu querido Kanechom Kids, ficou um vazio no meu coração e na minha prateleira que precisava ser preenchido por um co-wash  tão bom quanto. Contei no vídeo dos meus produtos novos após as luzes (se ainda não viu, confira aqui) que comprei o Multy da Salon Line para esta função. Vamos comentar sobre ele.

 

20160503_165825

 

O QUE DIZ A MARCA?

Multy Creme Multifuncional com Vitamina A, Vitamina E e D-Pantenol possui ação de tratamento, proteção, nutrição e desembaraço. O seu uso contínuo protege os fios das agressões externas, torna os cabelos mais saudáveis, maleáveis, brilhantes e nutridos. Também proporciona o famoso efeito “desmaio” nos fios, tornando-os maleáveis e fáceis de pentear.

Vitamina A: auxilia no crescimento saudável.
Vitamina E: ação de proteção antioxidante.
D-Pantenol: proporciona hidratação de longa duração, maciez e brilho.

Modo de uso:
Modo de uso 1: Como Pré- shampoo. Em torno de 10 minutos antes do banho, aplique uma pequena quantidade do Creme Multifuncional nos fios para proteção da ação do shampoo com muito efeito de limpeza, e também das pontinhas ressecadas.
Modo de uso 2: Como Condicionador. Após o shampoo, aplique o Creme Multifuncional uniformemente nos cabelos molhados. Massageie e deixe agir de 1 a 3 minutos. Caso deseje uma hidratação mais profunda, deixe agir por 20 minutos com uma touca. Enxágue.
Modo de uso 3: Como finalizador. Com os cabelos limpos, aplique o Creme Multifuncional mecha a mecha, enluvando bem os fios. Também pode ser usado para proteção dos fios na praia e na piscina e ainda como um ativador de cachos leve, caso seu cabelo seja cacheado.
Modo de uso 4: Como CO-WASH – lavagem suave com condicionador. Com os fios úmidos, aplique a quantidade equivalente ao que usaria de shampoo, da raiz até as pontas. Massageie suavemente e enxágue. Recomendamos intercalar a lavagem co-wash apenas com o Creme Multifuncional com a lavagem regular com uso de shampoo e condicionador. Para cabelos extremamente ressecados, cacheados ou crespos, esse método ajuda a reter a hidratação, pois devido ao seu pH, o creme mantém a cutícula selada.

 

20160503_165855

 

COMPOSIÇÃO

Aqua, Disodium EDTA, Cetrimonium Chloride, Cetearyl Alcohol, Parfum (Fragrance), Cl 19140, PEG-90M, Phenoxyethanol, Methylparaben, Propylparaben, Ethylparaben, Butylparaben, Retinol, Tocopheryl Acetate, Citric Acid, Panthenol, Benzophenone-4.

LIBERADO PARA LOW E NO POO!

 

O QUE ACHEI?

Primeiramente, fiz questão de copiar todas as informações da embalagem, pois curto muito produto repleto de informação como este. Acho uma atitude louvável da marca. Mas na embalagem está também um ponto negativo do Multy: 300ml vão embora rápido demais. Só para co-wash já se usa bastante produto, ainda mais com esses outros usos.

Quanto aos usos, consistência e cheiro, o Multy parece bastante com o Yamasterol tradicional amarelinho. Apesar de que o Yamasterol parece ter textura um pouco mais leve e o cheiro mais suave, na minha opinião.

 

20160503_165936

 

Sobre o modo de uso 1 indicado pela marca, como já contei aqui, estou fazendo No Poo, não estou usando shampoo e não pude experimentar desta forma. Mas é uma ótima indicação para quem ainda usa shampoo e quer reduzir os danos nos fios, como expliquei aqui.

O modo 2 só utilizei como condicionador poucas vezes, porque não consigo substituir meu amado Elseve Nutrição Intensa. Para hidratar também não experimentei, mas assim como o Yamasterol, por ser leve, recomendo que seja utilizado numa receita caseira ou misturando algo para potencializar o efeito.

O modo 3 é para finalizar. Sempre resisti a finalizar com o Yamasterol, por ser muito leve e não segurar bem. Mas ouvi elogios à finalização com o Multy e resolvi experimentar. Ele define bem e segura mais que o Yamasterol, deixa o cabelo bem leve, com um volume bonito. Mas quem procura vários days after sem muito frizz, talvez não goste. Pela textura, ele não conserva tanto a forma. Mesmo assim achei bom para finalizar com algo mais leve, dando mais volume e deixando o cabelo mais solto. Nas fotos, finalizei com ele. Como foi no dia da lavagem, ainda está com pouco volume (utilizei óleo de coco antes do creme também).

 

20160503_173641

20160503_173801

 

O que me incomodou um pouco foi o cheiro, fica um pouco intenso mesmo depois de algumas horas de uso como finalizador. Senti que ele escorre também um pouco pela testa e pelas costas. Difícil acontecer isso comigo, essa sensação incômoda de creme de pentear. Mas mesmo usando e ficando quietinha em casa, tive essa sensação e não é legal 🙁 Mas fora isso é um bom creme para finalizar.

Por fim, o último modo de uso é o meu preferido: o co-wash. Achei que espalha bem pelo couro cabeludo e faz uma limpeza eficiente. Usei até para retirar umectação. Para quem desconfia do co-wash pela ausência de espuma, veja como faz sim espuma, só que mais suave, mas limpante.

 

20160503_112248

 

Mais uma vez fica aqui o recado para a Salon Line nos fornecer uma embalagem maior do Multy. Amei para lavar o cabelo, mas desse tamanho fica inviável 🙁 Paguei por volta de R$ 9,50. Não achei caro, mas por consumir muito rápido, dá aquela dorzinha no coração de ter que comprar de novo.

De qualquer forma, é um bom produto, cumpre com suas multifunções. A marca acertou em cheio!

Alguém já usou? O que acharam? Deixem seus comentários.

Beijos!

 

patty

 

Como finalizar o cabelo depois do BC

Olá, migas, como vão?

Hoje eu vim dar algumas diquinhas de como vocês podem finalizar os cachos depois do Big Chop.

Muita gente tem essa preocupação, assim como eu tive também, de como vai ficar o cabelo depois que sair todo o alisamento. Claro que depende muito do quanto o seu cabelo natural já cresceu e do tipo de cacho que ele é. Se ele tende mais pro tipo 3 ou 4, e tá bem curto, ele vai encolher mais. Se é do tipo 2 provavelmente o enrolado vai ficar mais abertinho, e por aí vai.

Antes de mais nada é importante que você saiba que o cabelo não vai ficar perfeito com a primeira finalização que você fizer e com o primeiro creme que você usar – a menos que você seja muito sortuda. Então tenha paciência para conhecer o seu cabelo e aprender qual a melhor técnica e os melhores produtos para ele. Não tenha medo de testar, e não fique brava quando a finalização não funcionar (eu ficava, não recomendo). E lembre-se: tudo é prática.

  • Uma técnica bastante utilizada é a fitagem. A clássica. Se você ainda não sabe como funciona, é simples: basta separar o cabelo em mechas (o tamanho da mecha vai dizer como seu cacho vai ficar, mechas fininhas, cachos fininhos), colocar um tantinho de creme nas mãos e ir penteando com os dedos, formando as “fitas”. Depois é só amassar bastante e continuar o processo por todo o cabelo.
  • Outra que já é usada desde 1845 é o dedoliss. Esse que sua mãe fazia no seu cabelo quando você era criança. Passar uma mechinha no dedo e ir enrolando até os cachos irem se formando. Uau.
  • Tem também aquela bem prática e rápida. No banho, com o cabelo ainda encharcado, passe o creme e vá penteando com as mãos. Depois é só amassar e absorver o excesso de água com uma toalha ou camisa de algodão.
  • Pra você que tem cabelo do tipo 4c e ama um volumão, a dica é usar o pente garfo e ir moldando o cabelo a seu gosto. Ele é prático, cabe na bolsa e deixa o crespo com um visual incrível!
  • Se você tem um day after bacana e quer dar só uma ajeitadinha no dia seguinte, use um leave-in para umidificar e melhorar a definição. Se você não tem um é só produzir o seu caseiro: misture água e seu creme de pentear dentro de um borrifador e voilà.

No mais, tenha longas conversas com seu cabelo e entenda suas necessidades. Tenha em mente que em cada cabecinha nasce um cabelo diferente. Desencane com a definição-comercial-de-shampoo e tente ver o volume por outro ângulo. Ele pode combinar e muito com você. Um dia de cada vez e aos poucos você será expert na arte de finalização.

Beijinho,

Marca Sabryna

Cachos da Vez #4: Creme de Pentear Niely Gold Extra Brilho

Olá, como vocês estão? Testei um creme de pentear novo e vim contar para vocês o que achei. Recentemente, por alguns motivos, resolvi aderir ao No Poo. Já seguia Low Poo, como sempre conto aqui no blog, e agora estou nessa experiência com o No e breve contarei para vocês o que mudou, o que estou achando, tudo (se você não conhece estas técnicas, clique aqui).

A minha maior dificuldade com no poo é a pequena variedade de produtos. Eu sempre opto por produtos baratos e fáceis de encontrar, tipo em supermercado, e para o no nesses lugares é mais difícil. Descobri que alguns cremes da Niely são liberados para no e eles atendem os requisitos de barato e fácil de encontrar, então resolvi experimentar.

 

20160320_162319

 

O QUE DIZ A MARCA?

Sua fórmula hidratante desembaraça os fios delicadamente e facilita o penteado, controlando o volume dos cabelos. Com Filtro UV, protege o cabelo dos raios solares.

 

COMPOSIÇÃO

20160320_162239

 

LIBERADO PARA LOW E NO POO!

 

O QUE EU ACHEI?

Confesso que relutei um pouco em comprar esse creme por puro preconceito com a marca. Porém, já comentei aqui no blog que mesmo as marcas mais populares têm melhorado muito seus produtos. E nessa vida de cacheada o que mais tem acontecido é me surpreender com produtos baratos que são bons e caros que não são tão bons assim.

Esse creme da Niely tem consistência boa, nem tão leve, nem tão pesado. O cheiro é agradável, mas é um pouco marcante, então acho que depois de um tempo talvez eu enjoe. Mas só é perceptível quando passa, depois o cheiro não fica evidente.

 

20160320_162351

 

Ele realmente hidrata e facilita desembaraçar, mas isso já tem sido um dos efeitos de estar sem shampoo também. Tem sido muito fácil finalizar. Adorei o fato dele conter proteção solar, isso é muito importante e confesso que nunca me atento para isso.

Sobre dar brilho ao cabelo, não percebi muito, mas eu sempre tenho dificuldade de perceber isso com todos os produtos que prometem brilho, deve ser coisa minha, haha. Controlar volume também não percebi exatamente, eu gostei do volume que ficou no meu cabelo.

No geral, eu gostei muito do resultado no meu cabelo. Para vocês terem noção, finalizei com ele pela primeira vez para ir no show do Maroon 5 (veja aqui o post sobre o show). Pulei, suei, amarrei, soltei, dormi no avião, fiz de tudo e ainda tive 4 days after!

Aqui são fotos da segunda vez que usei, primeiro day after, com um pouco de frizz aceitável:

 

20160320_163628

20160320_163610

20160320_163634

 

Paguei por volta de R$ 7,00 mas acredito que dá para encontrar por menos. Mas ainda assim vale muito a pena! Gostei bastante e vou continuar usando enquanto permanecer no no poo. Por enquanto devo continuar.

Fica a recomendação do Niely Gold Extra Brilho!

Vocês tem mais recomendações de produtos no poo? Quero explorar ainda mais a técnica!

Espero que tenham gostado. Um ótima semana para vocês <3

patty

A vida pós BC

Já é de conhecimento de todo mundo por aqui que eu já concluí a minha transição e estou com o cabelo 99% natural, certo? (99% porque ainda tem uma ou outra pontinha lisa). Então, como estou com quase um mês e meio de BC, eu vim contar um pouquinho de como está sendo essa nova fase pra mim.

Snapchat-3965947837664090395

Tamanho

No dia que eu saí da salão com o cabelo bem curtinho, eu estranhei primeiramente a leveza. Balançava a cabeça de um lado pro outro e parecia que tinha pluma no lugar dos cachos. Sério, foi bizarro. Mas ao mesmo tempo muito surpreendente. A primeira vez que eu lavei senti  o quanto estava pequeno pelo vão que ficava quando eu descia a mão pelos fios. Eu segurava mais o ar do que cabelo. Mas não me arrependi e não achei curto demais. Pelo contrário, achei que ia ficar bem menor.

Comentários

Bom, por mais que a gente diga que as decisões quanto ao nosso cabelo cabem somente a nós, não podemos negar que ficamos curiosa com o que as pessoas vão achar, principalmente aquelas que são próximas de nós, como família, amigos, etc. Em casa foi uma baita surpresa, porque eu saí de casa sem dizer que ia fazer o BC (aloka), então todo mundo tomou um susto, mas achou ~bonitinho~. Meu pai não curtiu tanto assim, mas acho que agora ele já está se acostumando (não tem mais pra onde correr, pai!). Meus amigos todos amaram e elogiaram bastante, e a comunidade cacheada então nem se fala. No geral, recebi muuuitos mais elogios que críticas, e isso me deixou bem feliz também.

Desafios

O meu maior desafio foi, e está sendo ainda, a finalização. Desde a época de transição eu já não era muito boa em finalizar, não tinha muita paciência e nem jeito, o que fez eu querer acelerar ainda mais o meu corte. No primeiro dia pós BC eu não fitei o cabelo, só apliquei o creme e amassei. Não ficou muito bom porque eu não estava acostumada com o volume e achei um tanto quanto estranho, confesso. Aos poucos fui fitando mais devagarzinho, ajeitando como podia, até porque, por conta do tamanho, é muito difícil separar as mechas sem que elas caiam uma por cima da outra e bagunce tudo. Mas enfim, ainda não encontrei o MEU melhor jeito de finalizar e estou aprendendo com o tempo.

Cuidados

Assim que eu cortei eu comecei imediatamente o Low Poo. Aprendi tudo certinho, comprei os produtos e estou seguindo a técnica direitinho. E continuo com o Cronograma Capilar também, então lavo o cabelo um dia sim e um dia não. Mas molho todos os dias, o que acredito que não seja lá o recomendado, mas eu e o day after ainda não nos acertamos muito bem. Mas chegaremos lá!

PhotoGrid_1456272267134
A foto não está um poço de resolução, mas dá pra ver como eu deixo quanto ao volume 

Definição

Bom, os cachos estão com uma boa definição, mas acredito que podem melhorar conforme o aperfeiçoamento das minhas finalizações. Não estou com Scab Hair e ele costuma ficar definidinho o dia inteiro, sem problemas. No dia seguinte não acordo com ele totalmente bagunçado e sem forma, mas com muito frizz e volume, coisas com as quais ainda não me acostumei (deem um desconto!)

Crescimento

O crescimento está m-a-r-a-v-i-l-h-o-so. Acho que o Low Poo está sendo essencial nesse quesito (além do que meu cabelo está morto de saudável e macio) e eu já senti um crescimento considerável nesses 45 dias. Já tô quase com tufinhos de cabelos caindo em cima do olho hehe. A técnica é destruidora mesmo! No bom sentido, claro.

Snapchat-8496786496462187286

Esses foram os pontos principais que eu achei importante compartilhar com vocês. São os meus dramas e aprendizados com o cabelo novo. Ainda não sou a rainha master dos cachos, mas estou caminhando para manter e cuidar deles para que o resultado daqui a 1 ano, 1 ano e meio, seja não apenas tranquilo, como também favorável rs. O importante mesmo é que estou satisfeita por ter começado e ido até o fim com a ideia da transição. É uma sensação maravilhosa você tocar, cuidar e exibir por aí o próprio cabelo.

Se vocês tiverem dicas pra me dar, ou histórias pra compartilhar, já sabem como funciona, é só comentar por aqui ou pelas redes sociais. Vou amar trocar ideias com vocês. Até a próxima!

Beijinhos,

Marca Sabryna

[VÍDEO] Papo sobre Finalização: LOC e Fitagem!

Olá! Hoje tem vídeo novo no canal do Youtube. Mostrei como faz o método de finalização chamado LOC. Essa técnica foi criada por uma blogueira americana chamada Chicoro e é ótima para nutrir e definir os cachos.

Aproveitei o vídeo para fazer alguns comentários sobre como finalizo meu cabelo e sobre a conhecida fitagem. Vem bater papo! Não esquece de dar like e se inscrever no canal.

 

 

RESULTADO

20160217_100102[1]

20160217_100143

PRODUTOS UTILIZADOS

Alfaparf Alta Moda é Óleo de Argan

IMG_20151130_1629464332

Casulão Umectante Capilar – Resenha AQUI.

20160203_113803

O que acharam? Já experimentaram a técnica? Que tipos de vídeos gostariam de ver no canal?

Até mais!

patty

Cachos da Vez #3: Casulão Umectante Capilar

Oi, como vocês estão? Hoje temos um post da coluna Cachos da Vez, nela mostro o que fiz no meu cabelo, produtos que usei e o resultado. Nesta falarei sobre o Casulão Umectante Capilar e como ficou meu cabelo depois de usá-lo.

O Casulão é um produto bastante conhecido entre as crespas e cacheadas. Demorei um pouco para experimentar porque tinha dificuldade de encontrar. Tem em casas de cosméticos mas, pelo menos aqui em São Luís, não são todas que tem esse produto.

Ele é um creme de pentear de textura leve, mas que surpreende pelo poder de hidratação. Na embalagem o produto promete brilho, hidratação, amaciamento, além de recuperar as pontas quebradiças. Pude comprovar todas essas funções, exceto recuperação das pontas, já que não tenho esse problema. Mas é um creme que facilita muito a fitagem, porque realmente desembaraça fácil o cabelo e tem poder de hidratação. Gosto de cremes de pentear que deslizam no cabelo e a gente sente que está hidratando. Sinto isso com o Casulão. Meu cabelo tem muita tendência a ser ressecado e ele ajuda muito nisso.

 

20160203_113842

 

A embalagem do meu é de 500g, mas existe também a de 60g, ideal para quem quer experimentar o produto ou levar na bolsa, e a de 950g para quem se apaixonou por ele e vai usar muito. Paguei R$ 15,00 na embalagem de 500g e comprei no Cachearte em São Luís. Considero um ótimo custo-benefício, pois ele rende bastante, não precisa grandes quantidades de creme para finalizar.

 

20160203_113803

 

Algumas pessoas se incomodam com o cheiro do Casulão e realmente não é  dos melhores, mas, para mim, não é um cheiro intenso que incomoda. Bem rápido passa e não dá mais para sentir. Quanto à composição, ele é liberado para LOW POO:

 

AQUA, CETYL ALCOHOL, CETRIMONIUM CLHORIDE, DIMETHICONE, FRAGRANCE, LANOLIN, METHYLISOTHIAZOLINONE (AND) METHYLCHLOROISOTHIAZOLINONE, CITRIC ACID.

 

Quanto ao resultado, ele deixa o cabelo muito definido, macio e leve. Pensei até que não seguraria day after, mas segura. Claro que leve e um pouco de frizz que, particularmente, não me incomoda.  Algumas pessoas reclamam do cheiro que realmente não é dos melhores, mas, para mim, não é intenso e rapidinho não dá mais para sentir. Tem outras versões do produto que tem cheirinho mais agradável e a linha tem outros itens também.

As fotos são do day after, não fiz nada depois que acordei para, mais uma vez, mostrar que cabelo cacheado perfeito não é minha praia. Espero que não seja a sua também, porque queremos é liberdade, não é mesmo? 😀

 

20160203_110514

20160203_110530

20160203_110950

 

Ouso dizer que ele me proporcionou um resultado muito semelhante ao Milagre da Lola e por um preço incrivelmente menor. Então, não poderia deixar de recomendar!

E vocês? Já usaram? O que acharam?

Até mais!

patty

Resenha: Creme de Pentear Garnier Cachos Poderosos

Oi, gente! Hoje vim falar um pouco do creme de pentear que tenho usado recentemente para finalizar os cachos, um lançamento de um tempinho atrás que várias pessoas tinham comentado e eu queria experimentar: o Garnier Fructis Cachos Poderosos (minha embalagem já tá meio acabadinha).

 

edit 2

 

O QUE DIZ A MARCA?

Recria cachos, memoriza a forma e proporciona movimento aos cachos. A linha Fructis Cachos Poderosos fortalece, reestrutura e e hidrata os cachos até as pontas. Enriquecida com a inovadora molécula Filoxane, conhecida por reforçar desde o interior a estrutura da fibra capilar, e extrato de seiva de bambu. Cachos memorizam uma forma mais definida.

 

COMPOSIÇÃO

AQUA/WATER, CETEARYL ALCOHOL, AMINOROPYL TRIETHOXYSLANE, PARFUM/FRAGANCE, CETYL ESTERS, NIACINAMIDE, LACTE ACID, SACCHARUM OFFICINARUM EXTRACT/SUGAR CANE EXTRACT, HYDROXYPROPYLTRIMONIUM HYDROLYZED WHEAT PROTEIN, PHENOXYETHANOL, BEHENTRIMONIUM CHLORIDE, TRIDECETH-6, LIMONENE, CAMELLIA SINENSIS LEAF EXTRACT, BAMBUSA VULGARIS EXTRACT, LINALOOL, BENZYL SALICYLATE, BENZYL ALCOHOL, AMODIMETHICONE, ISOPROPYL ALCOHOL, CAPRYLIC/CAPRIC TRIGLYCERIDE, ALPHA-ISOMETHYL IONONE, PYRUS MALUS EXTRACT/APPLE FRUIT EXTRACT, PYRIDOXINE HCI, CITRONELLOL, CITRIC ACID, CETRIMONIUM CHLORIDE, CITRAL, CITRUS LIMON PEEL EXTRACT, HEXYL CINNAMAL 

Liberado para LOW POO!

 

O QUE ACHEI?

A Garnier é uma marca baratinha que encontramos em qualquer lugar. Eu usei poucos produtos e nunca tive problemas, mas algumas pessoas tiveram experiências ruins ou tinham certo preconceito com a marca. Eu já acho que é uma empresa (como muitas) que tem avançado MUITO na melhoria dos seus produtos e o fato de desenvolver toda uma linha para cabelos cacheados, é maravilhoso.

Da linha, experimentei só o creme de pentear. O cheirinho é característico de produtos Garnier. Não me incomoda, mas algumas pessoas acham um pouco forte. Depois que seca, para mim, fica quase imperceptível.

A consistência não é super firme, mas também não é tão fluída. É uma consistência ok para segurar os cachos e alguns days after (dependendo de outros cuidados). Não pesou nos meus fios.

 

edit

 

Sobre os benefícios que promete, esse creme definiu sim meu cabelo, mas como eu tenho cabelo tipo 3, já tenho como característica a definição. Mas usei também assim que descolori o cabelo, um processo que normalmente tira um pouco a definição dos cachos, mas finalizando com esse creme, não tive problemas com isso.

Em relação a hidratação, também senti um ponto positivo mas não milagroso. Outro down da descoloração é o ressecamento dos fios. Mesmo fazendo outros cuidados, na hora de finalizar ainda dá pra sentir o cabelo áspero e percebi que esse creme da Garnier ajudou a facilitar o processo, até certo ponto, dando mais emoliência aos fios. Porém, eu senti que precisei usar uma grande quantidade de creme em cada finalização, mas acredito que por conta do ressecamento dos fios pela descoloração. Daí usei o frasco quase todo em pouco tempo, o que pra mim foi o lado negativo (como eu cortei o cabelo bem curto, achei que ia durar mais o creme, mas não rolou 🙁 )

Já sobre a memorização dos cachos que a marca promete, imagino que seja relacionado a manter os cachos por mais dias, ou seja, days after. Consegui dois ou até três, sendo que no terceiro já com bastante frizz.

Custou por volta de R$ 6,50 e acho um bom preço. Não é dos meus cremes preferidos, mas acho uma boa opção pra variar de produto de vez em quando (coisa que eu adoro!).

Espero que tenham gostado e se já tiverem experimentado, contem nos comentários o que acharam.

Beijos!

Paty França