10 fotos inspiradoras para o BC

Olá, migas, como vão?

Hoje é um daqueles dias que eu tento trazer pra vocês uma inspiração bem inspiradora (?) que de alguma forma contribua em algum tema importante neste blog. Como eu já mostrei por aqui, um dos meus grandes dilemas durante a transição capilar era o temido BC; cheguei até a falar em posts mais antigos o quanto eu morria de medo dessa etapa, e estava adiando o máximo que podia. Essa semana a Paty fez um post falando sobre esse assunto e mostrando a opinião dela sobre os prós e contras desse grande e último passo da transição. Baseado nisso, e na minha própria história, hoje eu trouxe uma seleção de cabelos pra lá de lindos especialmente dedicado a quem está pensando seriamente em fazer o big chop, mas ainda está achando que não é possível ter um cabelo curtinho e charmoso.

P.S: Na minha fase corta-ou-não-corta eu passava o dia inteiro vendo fotos desse tipo e isso de alguma forma me encorajou. Se você está precisando de um empurrãozinho para tirar de vez a química do seu cabelo, esse post é pra você! Desça a página e se surpreenda.

1f3fac2de5cf5025b9ef850dd3d11003



8eaaa2e0b56c3f84875ce7d8d064c9c7


a1afa9f7cb52bb22599119bb562ab0c2

aefc699044ec48435e06074de6953ee9

bffafdf25f47892406740462ff149a42

d8912b7a1b8d8bb5887fb0e9a7dfff4b

ed182db05b1460fb821e480bf1b517fb

7b6158ac397da14a8a21437822c1bce5

3d336fa9b6b8f2464b6b524ee12a11a2

5392e11bce48cdd2fbb9903346870173

 

Espero que esse post de alguma forma ajude vocês que estão nessa fase de dúvidas. Mas se esse não é o seu caso, não se preocupe, tudo tem sua hora certa de acontecer. Paciência e coragem!

 

Beijinhos,

Marca Sabryna

Big chop ou não, corte na transição!

Oi! Estou muito inspirada em falar de transição esses dias! Semana passada fiz um post sobre o uso da chapinha durante a transição, se você ainda não leu, clique aqui. Tem outros posts sobre essa etapa aqui no blog também.

Hoje quero falar sobre corte. Como falei no post passado, cada pessoa passa pela transição de maneira diferente. Eu passei sem nem saber que existia esse nome, muito menos sabia da expressão big chop. Eu simplesmente deixei meu cabelo crescer e fui cortando as partes lisas. Cheguei a cortar bem curtinho, mas não tanto quanto um BC. Neste post aqui tem todas as etapas da minha transição.

Conversando com algumas meninas que estão passando pela transição, percebo um receio muito grande delas em cortar o cabelo. Talvez porque muitas delas, ou mesmo você que está lendo agora, pensam que TEM QUE fazer o BC. Mas não é bem assim. O BC é um corte que elimina toda a parte com química do cabelo e, dependendo de quanto tempo está a transição, pode ficar beeem curtinho. Há variações, mas por volta de 11 meses já é uma boa ocasião para quem quer fazer o BC (a Sabryna fez e mostrou aqui).

Esse tipo de corte é ideal para quem não aguenta conviver com duas texturas, quem está ansiosa para cuidar dos cachos e para quem não se importa de ter cabelo curtinho. Mesmo assim, é preciso pensar bem antes, preparar a mente para a mudança radical e procurar um bom profissional. Depois do BC, a transição continua e fica mais fácil lidar com o cabelo já cacheado. É preciso ainda adaptar os cuidados ao novo tipo de cabelo.

 

big-chop

 

Já falando daquelas que tem receio de cortar, imagino que isso acontece porque muitas de nós que alisavam gostavam de usar cabelão e acabam se apegando a ele. Existe também a falsa ideia de que cabelo cacheado quase não cresce, então acham que se cortarem curtinho vão demorar a ter o cabelo grande de novo. Mas não é verdade: cabelo cacheado tem sim fator encolhimento que dá a impressão de que está mais curto, mas o cabelo bem cuidado cresce saudável e normalmente.

Além disso, na transição já é difícil lidar com as duas texturas, ainda mais se o cabelo estiver bem grande. O cabelo alisado e o natural que está crescendo têm necessidades diferentes de hidratação e finalização, caso você queira texturizar a parte alisada terá mais trabalho em um cabelo longo e os cachos por vezes não definem. Então, mesmo que você não opte pelo BC, invista em um corte que reduza o comprimento do cabelo e continue cortando periodicamente, até que a parte lisa seja retirada. Vejo algumas meninas sofrendo tanto com a transição e não imaginam como um corte poderia facilitar tudo!

Tenha coragem! É bom mudar! Quem sabe a transição não seja uma oportunidade para você arriscar coisas novas? Se, por exemplo, você sempre teve cabelão e nunca se imaginou de cabelo curto, pode se descobrir amando a praticidade do curtinho.

Até a próxima!

patty

A vida pós BC

Já é de conhecimento de todo mundo por aqui que eu já concluí a minha transição e estou com o cabelo 99% natural, certo? (99% porque ainda tem uma ou outra pontinha lisa). Então, como estou com quase um mês e meio de BC, eu vim contar um pouquinho de como está sendo essa nova fase pra mim.

Snapchat-3965947837664090395

Tamanho

No dia que eu saí da salão com o cabelo bem curtinho, eu estranhei primeiramente a leveza. Balançava a cabeça de um lado pro outro e parecia que tinha pluma no lugar dos cachos. Sério, foi bizarro. Mas ao mesmo tempo muito surpreendente. A primeira vez que eu lavei senti  o quanto estava pequeno pelo vão que ficava quando eu descia a mão pelos fios. Eu segurava mais o ar do que cabelo. Mas não me arrependi e não achei curto demais. Pelo contrário, achei que ia ficar bem menor.

Comentários

Bom, por mais que a gente diga que as decisões quanto ao nosso cabelo cabem somente a nós, não podemos negar que ficamos curiosa com o que as pessoas vão achar, principalmente aquelas que são próximas de nós, como família, amigos, etc. Em casa foi uma baita surpresa, porque eu saí de casa sem dizer que ia fazer o BC (aloka), então todo mundo tomou um susto, mas achou ~bonitinho~. Meu pai não curtiu tanto assim, mas acho que agora ele já está se acostumando (não tem mais pra onde correr, pai!). Meus amigos todos amaram e elogiaram bastante, e a comunidade cacheada então nem se fala. No geral, recebi muuuitos mais elogios que críticas, e isso me deixou bem feliz também.

Desafios

O meu maior desafio foi, e está sendo ainda, a finalização. Desde a época de transição eu já não era muito boa em finalizar, não tinha muita paciência e nem jeito, o que fez eu querer acelerar ainda mais o meu corte. No primeiro dia pós BC eu não fitei o cabelo, só apliquei o creme e amassei. Não ficou muito bom porque eu não estava acostumada com o volume e achei um tanto quanto estranho, confesso. Aos poucos fui fitando mais devagarzinho, ajeitando como podia, até porque, por conta do tamanho, é muito difícil separar as mechas sem que elas caiam uma por cima da outra e bagunce tudo. Mas enfim, ainda não encontrei o MEU melhor jeito de finalizar e estou aprendendo com o tempo.

Cuidados

Assim que eu cortei eu comecei imediatamente o Low Poo. Aprendi tudo certinho, comprei os produtos e estou seguindo a técnica direitinho. E continuo com o Cronograma Capilar também, então lavo o cabelo um dia sim e um dia não. Mas molho todos os dias, o que acredito que não seja lá o recomendado, mas eu e o day after ainda não nos acertamos muito bem. Mas chegaremos lá!

PhotoGrid_1456272267134
A foto não está um poço de resolução, mas dá pra ver como eu deixo quanto ao volume 

Definição

Bom, os cachos estão com uma boa definição, mas acredito que podem melhorar conforme o aperfeiçoamento das minhas finalizações. Não estou com Scab Hair e ele costuma ficar definidinho o dia inteiro, sem problemas. No dia seguinte não acordo com ele totalmente bagunçado e sem forma, mas com muito frizz e volume, coisas com as quais ainda não me acostumei (deem um desconto!)

Crescimento

O crescimento está m-a-r-a-v-i-l-h-o-so. Acho que o Low Poo está sendo essencial nesse quesito (além do que meu cabelo está morto de saudável e macio) e eu já senti um crescimento considerável nesses 45 dias. Já tô quase com tufinhos de cabelos caindo em cima do olho hehe. A técnica é destruidora mesmo! No bom sentido, claro.

Snapchat-8496786496462187286

Esses foram os pontos principais que eu achei importante compartilhar com vocês. São os meus dramas e aprendizados com o cabelo novo. Ainda não sou a rainha master dos cachos, mas estou caminhando para manter e cuidar deles para que o resultado daqui a 1 ano, 1 ano e meio, seja não apenas tranquilo, como também favorável rs. O importante mesmo é que estou satisfeita por ter começado e ido até o fim com a ideia da transição. É uma sensação maravilhosa você tocar, cuidar e exibir por aí o próprio cabelo.

Se vocês tiverem dicas pra me dar, ou histórias pra compartilhar, já sabem como funciona, é só comentar por aqui ou pelas redes sociais. Vou amar trocar ideias com vocês. Até a próxima!

Beijinhos,

Marca Sabryna

Big Chop – Sabryna

Olá. Tudo bem com vocês?

Bom, antes de começar esse post eu gostaria de pedir um minuto de silêncio pela morte do meu cabelo liso

 

BC

 

Ou não, podemos COMEMORAR!! Ebaaa!!

TEMOS UM BC!!

Agora falando sério. Toda história tem um começo, e se você ainda não sabe como esta aqui começou clica nesse post que eu conto tudinho e você vai ficar por dentro.

Voltando para o meio (não é o final ainda!), eu já tinha dito aqui pelo blog que morria de medo de cortar o cabelo. Primeiro pelo receio do tamanho. Sempre fui de usar cabelo comprido, depois deixei na altura do ombro, mas não me via muito com ele curtinho como está agora. Foi um processo. Não decidi cortar assim, da noite pro dia. Tentava todos os dias me imaginar com ele pós BC e assim ir me acostumando até o Big Chop (Grande Corte).

IMG-20160111-WA0034

Essa etapa foi muito importante para a minha decisão porque foi me dando prévias. Não ia adiantar nada eu querer meu cabelo de um jeito se ele ia obviamente ficar de outro. Então foram dias e dias pensando em como ele ia ficar e repetindo essa imagem na minha cabeça até o dia que eu me senti pronta.

IMG-20160111-WA0022

Vários motivos me levaram a retirar toda a parte alisada, um deles foi o incômodo em usar o tempo inteiro o cabelo preso, em coque ou rabo de cavalo. Eu não aguentava maissss. Sentia falta da liberdade que é poder usar cabelo solto.

Outro foi a ansiedade. Não recomendo, mas sou muito ansiosa. Queria logo ver como ia ficar, se meus cachos estavam bonitos, feios, definidos, bagunçados, grandes, pequenos. Eu queria o resultado.

IMG-20160111-WA0024

A priori, quando eu parei de usar química, minha meta era cortar com 1 ano de transição (abril de 2016). Mas com 9 meses eu fui com toda a cara e coragem tirar de uma vez por todas esses fios que ainda tanto me incomodavam.

E eu adorei o tão esperado resultado.

Claro que ainda estou me adaptando, aprendendo a arrumar ao meu estilo, lavar, ter day after (era meu sonho dizer isso), todas essas coisas. Mas tenho certeza que será um aprendizado muito enriquecedor daqui pra frente.

Meus cachos aparentemente são do tipo 3b e estão muito diferentes de como eu me lembrava que eram. Nunca na vida tive toda essa definição e movimento que eles têm agora. Realmente foi surpreendente ver que eu não conhecia o cabelo que tinha e como eu o subestimava.

IMG-20160111-WA0026

A partir de agora vou começar o Low Poo e pretendo continuar com o Cronograma Capilar. Eu fiz durante toda a transição e ele foi o maior responsável pela maciez e saúde que meu cabelo tem agora, sem scab hair e sem dificuldade de definição. Portanto, se você está nessa também, minha dica é: faça o cronograma!

Outra dica muito importante para quem vai realizar esse procedimento é procurar um bom profissional. Eu cortei no salão Cachearte (aqui em São Luís) e a cabeleireira foi super eficiente em me dizer o passo a passo, como ele ia ficar, se eu queria que cortasse mais, cortasse menos, etc, tudo bem explicadinho. É importante que você se sinta segura com quem está mexendo no seu cabelo e confortável para tirar suas dúvidas. Ela ainda finalizou com produtos Deva e deu dicas para que eu continuasse a cuidar bem dos meus cachos.

Vou compartilhar aqui com vocês todos os cuidados que terei com meu cabelinho cacheado daqui em diante. Nos próximos posts vou mostrar os produtos que tô usando e o processo de crescimento no decorrer dos meses.

E se vocês tiverem dúvidas, ou quiserem saber mais alguma coisa que não falei aqui, é só deixar nos comentários ou nas redes sociais.

Voilà!

FotorCreated

Beijinhos,

Marca Sabryna