Resenha: Máscara TRESemmé Detox Capilar

Pense na felicidade que é encontrar máscara barata, boa e liberada para low poo?! Já faz um tempinho que essa linha Detox da TRESemmé foi lançada, mas somente agora experimentei a máscara. A linha promete o tal do Detox, que nada mais é do que uma limpeza profunda para eliminar resíduos que se acumulam no cabelo. Como só a máscara é liberada para low poo, foi o único produto da linha que usei. Vamos falar sobre ela:

 

img_0727

 

O QUE DIZ A MARCA

“Essa fórmula com uma mistura de chá verde e gengibre conhecidos por suas propriedades antioxidantes e de desintoxicação, e proteína do trigo, ajuda a cuidar das cutículas enfraquecidas e danificadas. Para cabelos macios, suaves e prontos para você seguir com o look que desejar. Seguro para cabelos tingidos”.

 

COMPOSIÇÃO

AQUA, CETEARYL ALCOHOL, STEARAMIDOPROPYL DIMETHYLAMINE, DIMETHICONE, BEHENTRIMONIUM CHLORIDE, PARFUM, AMODIMETHICONE, GLYCERIN, DISODIUM EDTA, POTASSIUM CHLORIDE, METHYLCHLOROISOTHIAZOLINONE, CAMELIA SINESIS LEAF EXTRACT, METHYLISOTHIASOLINONE, HYDROLYZED WHEAT PROTEIN, ZINGIBER OFFICINALE (GINGER) ROOT EXTRACT, BENZYL ALCOHOL, BUTYLPHENYL METHYLPROPIONAL, COUMARIN, HEXYL CINNAMAL, LIMONENE, LINALOOL, LACTIC ACID.

LIBERADA PARA LOW POO!

 

O QUE ACHEI?

Pela composição, trata-se de uma máscara de hidratação. Tem chá verde e gengibre, que acredito que seja para fazer a purificação que promete e a glicerina, silicones e proteína do trigo são os componentes hidratantes. No meu cabelo ela desmaiou os fios e os deixou muito macios. É uma ótima opção para hidratações rápidas no banho ou para batizar com algo, tipo óleo, bepantol, etc.

Outro fator positivo da composição é a ausência de corantes e parabenos, ideal para quem costuma ter alergias. É importante ressaltar que, como está na embalagem também, pode ser usada por cabelos tingidos, não danifica a cor, mesmo com esse chamado efeito purificação.

O cheirinho é maravilhoso, não sei descrever bem, mas parece de uma colônia muito agradável. Quando abro para usar já fico <3 <3

A consistência é média, nem muito molengo nem tão firme.

 

img_0730

 

Eu paguei um pouco mais de R$ 10,00 na embalagem de 400g e no mercado está à venda uma versão maior. Por esse preço eu vou comprar de novo sim ou claro??

Se você nunca usou, se joga. Tá aprovada!
Beijos, até mais.

 

patty

 

Matizando o Loiro com Violeta Genciana

Enfim cheguei com esse post que há tanto tempo precisava fazer! Faço luzes no cabelo e é um pouco difícil encontrar produtos liberados para low poo para cuidar dos fios loiros. Por isso, aprendi a usar a violeta genciana e vim contar para vocês.

 

img_0620

 

A violeta genciana é um remedinho bem antigo para cuidar de feridas (sim!). Ele é tem coloração bem forte e, junto a um creme branco, é muito eficiente para matizar o cabelo loiro, especialmente as platinadas. Mas é preciso alguns CUIDADOS:

1- Algumas pessoas tiveram reações alérgicas, então recomendo um teste antes para evitar qualquer problema.

2- A violeta tem álcool na composição e pode ressecar bastante o cabelo. Por isso, deixe a embalagem aberta para que o álcool evapore. Eu deixei um dia inteiro, só utilizei no outro dia.

3- A coloração é muito forte, então use em pouca quantidade. Acredito que no máximo 3 gotas são suficientes, se você estiver com o cabelo muito amarelado. Caso não esteja, uma ou duas gotas bastam.

4- A violeta mancha, por isso cuidado com objetos e utilize luvas, se preferir.

 

COMO USAR

1- Escolha um creme de hidratação ou condicionador BRANCO. Precisa ser branco para não interferir na cor da mistura. E liberado para low/no poo, caso você siga as técnicas. Eu usei o Yamasterol Queratina que já fiz resenha aqui. Coloque em um recipiente a quantidade necessária para seu cabelo.

 

img_05691

 

2- Misture a violeta. Eu usei duas gotas apenas. O meu cabelo não amarela muito e não gosto que fique muito branco também. É preciso misturar bem para não manchar o cabelo.

 

img_05711

 

3- Com o cabelo lavado, aplique e deixe agir até 10 min. Eu deixei menos que isso, pois a ação é bem rápida e, como disse, meu cabelo não é muito amarelado. Recomendo ficar observando o cabelo e não deixar passar o tempo. A violeta é muito forte e pode passar do ponto.

4- Enxágue.

 

***O grande lance é na primeira vez que for usar, colocar pouca quantidade e observar o tempo. Daí você vai percebendo como seu cabelo vai agir e acerta a quantidade e tempo da próxima vez. ***

 

Fiz fotos do meu cabelo no antes e depois. Espero que dê para notar alguma diferença, pois, como disse meu cabelo não estava muito amarelado e também não deixei agir muito tempo por receio de ficar muito branco (e a câmera não é tão boa :/). Mas garanto que funciona bem!

 

fotorcreated

 

Se você gostou e tentar em casa, marque no instagram com #cachoseoutrasondas para eu ver!

Beijos e até mais!

 

patty

 

 

 

[VÍDEO] TAG Assumindo o Cabelo Crespo

Oi, gente! Nesse vídeo respondi a tag “Assumindo o Cabelo Natural”, criada há algum tempo pela Rayza Nicácio. Assistam o vídeo para conhecer melhor sobre a minha transição e para se motivaram no processo de vocês!

Ah, tem o primeiro post do blog em que escrevi a história do meu cabelo e lá tem muitas fotos do antes e depois. Clique aqui.

Não esqueçam de dar like no vídeo e se inscrever no canal.

 

 

Beijos, até mais!

 

patty

[VÍDEO] Resenha 2 em 1 – Umectação de Oliva e Comigo Ninguém Pode Lola Cosmetics

Oi, gente! Hoje temos resenha em vídeo de dois produtos da Lola que experimentei recentemente: Comigo Ninguém Pode e a Umectação de Oliva. Os dois tem a proposta de serem usados de diversas formas e comentei cada uma delas. Além disso, a marca é famosa pelas embalagens e nomes criativos e tem feito muito sucesso. Vem ver o que achei deles:

 

img_0294

 

COMPOSIÇÃO

Comigo Ninguém Pode Condicionador Limpante 5-em-1

Ingredientes/ Ingredients: Aqua/Water/Eau | Cetyl Alcohol | Cetearyl Alcohol | Stearamidopropyl Dimethylamine | Glycerin | Isoamyl Laurate | Helianthus Annus (Sunflower) Seed Oil | Aloe (Aloe Vera) Leaf Extract | Urtica Dioica (Nettle) Extract | Arnica Wild Flower Extract | Sage (Salvia Officinalis) Extract | Eugenia Uniflora Fruit Extract | Camellia Sinensis Leaf Extract | Hydrolyzed Soy Protein | Panthenol | Butylene Glycol | Behentrimonium Methosulfate | Polysorbate 60 | Menthol | Tea Tree Oil | Citric Acid | Lactic Acid | Dehydroacetic Acid (And) Benzoic Acid (And) Benzyl Alcohol | Betaine (and) Sodium PCA (and) Sorbitol (and) Serine (and) Glycine (and) Glutamic Acid (and) Alanine (and) Lysine (and) Arginine (and) Threonine (and) Proline | Parfum/Fragrance, Linalool, Hexyl Cinnamal, Butylphenyl Methylpropional, Benzyl Salicylate, Coumarin, Citronellol, Citral, Benzyl Benzoate, Amyl Cinnamal, Isoeugenol, Geraniol, Alpha Isomethyl Ionone, Hydroxysohexyl-3-Cyclohexene Carboxaldehyde, Benzyl Alcohol, Limonene.

 

Umectação Oliva

Ingredientes/Ingredients: Aqua/Water/Eau|Stearamidopropyl Dimethylamine | Olea Europaea (Olive) Fruit Oil | Cetearyl Olivate, Sorbitan Olivate | Betaine (and) Sodium PCA (and) Sorbitol (and) Serine (and) Glycine (and) Glutamic Acid (and) Alanine (and) Lysine (and) Arginine (and) Threonine (and) Proline | Lactic Acid | Phenoxyethanol, Caprylyl Glycol | Lavandula Angustifolia ( Lavander ) Oil | Citrus Aurantium Dulcis ( Orange) Flower Oil.

 

Quem já usou? Gostam desses produtos?

Sugestões de vídeo é só deixar nos comentários. Beijos!

patty

Resenha Yamasterol Queratina Creme Multifuncional

Hoje é dia de resenha de um dos produtos mais conhecidos, principalmente das cacheadas adeptas do low e no poo: o Yamasterol. Da marca Yamá, é um produto que está há muitos anos no mercado e é muito comum naquela versão amarelinha, que já mostrei aqui. Existem algumas versões do Yamasterol e uma delas é a de Queratina.

 

img_0094949542

 

O QUE DIZ A MARCA?

Yamasterol com Queratina o legítimo Creme Multifuncional; é um coringa no cuidado com os cabelos, pode ser utilizado de diversas formas, de acordo com a sua necessidade. Sua composição possui ingredientes que proporcionam hidratação, tratamento e proteção; além de conferir maciez, sedosidade e brilho aos cabelos.

 

COMPOSIÇÃO 

Aqua, Cetearyl Alcohol, Cetrimonium Chloride, Isopropyl Myrustate, Parfum, Butyphenyl Methylpropional, Citral, Coumarin, D-Limonene, Hexyl Cinnamal, Linalool, Glyceryl Sterate, Methylparaben, Propylparaben, Hydrolyzed Keratin, Triethanolamine, Panthenol, Methylchloroisothiazolinone/Methylisothiazolinone.

Liberado para LOW e NO POO!

 

O QUE ACHEI?

A grande vantagem do Yamasterol é justamente as várias maneiras de usar. É um produto que me salva quando todos os outros estão acabando. Principalmente com essa embalagem de 900g, eu uso para tudo!

Na embalagem são dadas algumas sugestões de uso, uma delas é como pré-shampoo, aplicando nos fios antes de lavar o cabelo para reduzir a agressão do shampoo. Eu tenho usado pouco shampoo devido à minha alternância entre low e no poo, mas é uma alternativa para quando preciso usar.

A segunda sugestão é usar o Yamasterol como creme de pentear. Como a consistência é leve, muitas não gostam de finalizar com ele, mas eu confessor que até curti um pouco mais essa versão do que a amarelinha como creme de pentear. É só um pouco mais consistente, mas já ajuda e proporciona até uns 2 bons days after. Com o auxílio de um gel, fica melhor ainda. O cheirinho é adocicado, mas depois que o cabelo seca não incomoda.

 

img_0095949544

 

Como condicionador, acho muito leve, para esta função prefiro produtos com consistência mais firme e hidratante. Porém, meninas com cabelo liso devem gostar, pois é hidratante e não pesa nos fios.

Já como co-wash, ele cumpre bem a função, limpando bem o couro cabeludo e mantendo a hidratação. Algumas vezes usei só este produto para lavar e dar uma leve desembaraçada nos fios. Caso você não conheça a técnica do co-wash e não saiba como fazer, leia aqui.

A marca sugere ainda utilizar o Yamasterol como Hidratação. Neste caso, acho que funciona melhor como base para misturar com mais alguma coisa, numa receita caseira, por exemplo. No meu cabelo cacheado e descolorido, somente ele não faz uma hidratação tão potente.

Por fim, ele pode ser usado para proteger o cabelo de banhos de mar e piscina. Para esta função INFELIZMENTE (haha) não tive a oportunidade de testar. Mas como é um creme leve e barato, vale a pena abusar dele antes do mergulho.

Quanto à composição dessa versão em especial, algumas pessoas ficam com receio por causa da queratina que não deve ser usada em excesso. Porém, a maior parte da composição é muito parecido com as demais versões e a presença da queratina não é em grande quantidade. Não tive nenhum problema no uso.

Enfim, Yamasterol sempre será um coringa e por ser barato vai sempre salvar minha vida. Paguei R$ 12,75 e tem durado MESES!

E vocês, já usaram? Qual é a versão preferida de vocês?

Até mais!

 

patty

Transição Capilar: texturização com papel higiênico

Gente, como vocês estão? Que SAUDADE de postar! Antes de ir para o assunto do post, quero explicar rapidamente o motivo da nossa ausência: além das dificuldades com a rotina, meu celular foi roubado e demorei para ter outro, o que atrapalha todo o trabalho do blog. Expliquei na nossa página do Facebook, por isso é importante que vocês sigam a gente lá para ficar por dentro de tudo.

Enfim, o post de hoje tem a participação super especial de uma amiga e leitora muito querida nossa, a Dayane Madeira. A Day está em transição e eu e a Sabryna acompanhamos o processo e ajudamos sempre que dá, com dúvidas e incentivos. A Day tem muita dificuldade de lidar com as duas texturas do cabelo e a parte alisada é muito difícil de cachear, então o cabelo vive preso.

Esses dias ela conseguiu ter sucesso em uma texturização e compartilhou o resultado comigo. Eu fiquei apaixonada e pedi para mostrar aqui no blog. Como eu e a Sabryna não estamos mais na transição, ficamos felizes de ter oportunidade de abordar esse assunto e ajudar quem ainda está nesta fase.

 

aam9hdkt

 

A Day fez a texturização com papel higiênico, muito conhecida no youtube. Ela pegou três partes do papel higiênico e dobrou ao meio no sentido do comprimento, depois dobrou mais uma vez e enrolou na diagonal. Ela achou que dessa forma ficaria mais firme. Os rolinhos ficaram assim:

 

gxfucxhk

 

Com o cabelo lavado, ela usou o creme de pentear Garnier Recriador de Cachos (resenha aqui) misturado com a Gelatina “Não sai da minha cabeça” da Salon Line. Pegando mechas não muito grandes, ela foi enrolando o cabelo, tendo atenção com as pontas ainda com química.

 

qezo-hs6

 

Depois de esperar por volta de 4h, o tempo necessário para o cabelo secar, a Day soltou os rolinhos e deu uma ajeitadinha e os cachos ficaram assim:

 

ffbsdz4

sqww-rgo

 

Lindos, né? Eu fiquei encantada, ainda mais porque o cabelo está com uma aparência maravilhosa de bem cuidado. A Day faz low pow há um tempo e gosta muito da técnica. Sobre a texturização, ela achou um processo demorado e cansativo, pois ela tem bastante cabelo. Por outro lado, o resultado foi compensador e durou dois days after, podendo durar mais. Ela usou uma blusa de cetim no travesseiro para garantir que os cachos não fossem tão desfeitos durante a noite, o que é uma ótima dica para um bom day after.

Acho que essa texturização é uma boa opção para quem está em transição e quer arrumar o cabelo para alguma ocasião ou mesmo para se sentir mais bonita e se ver com cachos, já que essa é uma fase tão difícil. Como é trabalhosa, infelizmente não dá para fazer todos os dias.

Quero agradecer a colaboração da Day e desejar que essa transição acabe logo e ela desfile mais por aí com esses cachos maravilhosos!

Espero que a dica dela tenha ajudado! Até mais.

 

patty

Como cuidar dos “nós de fada”

Depois de algum tempo de cacheada que soube que aqueles nózinhos minúsculos e chatos que aparecem no nosso cabelo são chamados de nós de fada. Eles são muito comuns nos cabelos crespos e cacheados e aparecem próximos às pontas. Os meus aparecem muito próximo à nuca. Vamos conversar sobre como lidar com eles e o que não fazer para combatê-los.

 

COMO EVITAR OU ELIMINAR OS NÓS DE FADA?

1- Hidratar e umectar SEMPRE: essa dica já é batida, mas não tem maior verdade. Os cabelos ressecados apresentam mais nós de fadas. Se possível, faça mais hidratações profundas, em mechas menores, para garantir que todos os fios recebam o produto.

2- Enluvar com o cabelo bem desembaraçado: além de usar mechas pequenas, certifique-se de que está bem desembaraçada antes de enluvar (aquele processo de passar a mão várias vezes de cima para baixo na mecha durante a hidratação). Se o cabelo não estiver bem desembaraçado, ao enluvar, você vai empurrando os nozinhos para as pontas e favorecendo a formação dos nós de fada.

3- Cortar frequentemente: também é uma dica boa para tudo. Os nós se concentram mais nas pontas do cabelo, nada melhor do que um corte para eliminá-los.

 

corte

 

4- Use fronha ou touca de cetim: o cetim evita o atrito em excesso do cabelo, comparado ao algodão. Assim, reduz-se o frizz, o embaraçamento e o ressecamento. Tudo o que as fadinhas dos nós gostam. Se você ainda não tem fronha nem touca de cetim, como eu, coloque uma camisola do mesmo material no travesseiro, ajuda muito! Para algumas, o coque abacaxi também é um boa. Eu gosto mais de dormir de cabelo solto, jogando para cima, mas depende de cada uma.

 

O QUE NÃO FAZER?

1- Não penteei os cabelos secos: por incrível que pareça, ainda existem pessoas que fazem isso. Em qualquer cabelo é prejudicial fazer isso, no nosso tipo é pior ainda. Tentando desembaraçar o cabelo seco você vai forçar o fio, causar quebra e os nozinhos de fada, pois como é impossível desembaraçar por completo, eles vão se acumular nas pontas.

 

pentear cabelo

 

2- Não desembarace durante a umectação: a umectação, normalmente, aplicamos no cabelo sujo e seco. Então, vale a mesma dica anterior. Envolva as mechas mas não tente desembaraçar. Vai causar quebra e nós indesejáveis.

3- Não arranque os nós: eu sei que muitas fazem isso, procuram os nós e arrancam. Na minha opinião, não é uma boa solução, quebra e fragiliza os fios. Tudo bem se for só em um, mas isso vai gerando um hábito que todas as vezes arrancar acaba prejudicando. Tente desfazer com cuidado, algumas meninas usam agulha e vão, cuidadosamente retirando. Eu prefiro deixar e esperar a próxima hidratação ou corte para remover.

 

Gostaram das dicas? Tem mais alguma para acrescentar?

Espero que ajude! Até mais, beijos!

patty

5 Shampoos sem Sulfato (Low Poo)

Um dos temas mais pesquisados aqui no blog é o low poo, principalmente produtos indicados. Aqui e aqui você encontra todas as informações sobre essa técnica.

Para ajudar, vou tentar reunir em posts separados, cada categoria de produtos liberados para a técnica. Vou dar preferência aos mais baratinhos e aos que eu ou Sabryna já testamos. Conto com a ajuda das amigas do grupo de cacheadas do whatsapp para dar mais opções para vocês também.

A categoria de hoje é shampoo sem sulfato, fundamental para o low poo, e contei com a ajuda delas, pois, como já contei, aderi ao no poo e não tenho mais usado shampoo (veja aqui). Espero que gostem das dicas!

 

1- Shampoo Dove Baby: este foi o último shampoo que usei e ainda tenho em casa para usar de vez em quando para um lavagem mais profunda. É um dos que mais as meninas têm usado no grupo. É baratinho e fácil de encontrar. Paguei um pouco mais de R$ 10,00. Infelizmente, em mim ainda ressecou um pouco, mas uma dica boa é misturá-lo com Yamasterol. Confira a resenha completa aqui.

 

20160229_104411

 

2- Shampoo Phytoervas Coco e Algodão: já esse aqui foi o primeiro shampoo sem sulfato que experimentei. Apesar também de ressecar um pouco e ser mais caro que o Dove, achei um ótimo custo-benefício, pois rendeu bastante. Custou em torno de R$ 14,00 quando comprei. Não é tão comum encontrar em supermercados, é mais fácil em lojas de cosméticos. Veja a resenha em detalhes aqui.

 

edit

 

3- Less Poo Yamasterol: esse foi uma dica da Sabryna, que fez resenha neste post aqui. O Yamasterol já é um velho amigo nosso e a marca criou esse shampoo sem sulfato. A Sabry comprou por R$ 11,50 e achou que não ressecou o cabelo.

 

Comprinhas Yamasterol

 

4- Shampoo Bio Extratus Pós Progressiva: esta opção é uma dica do nosso grupo de cacheadas e também é muito falado por aí. Os comentários é que ele faz uma limpeza leve sem ressecar. Outro ponto positivo é que é possível de ser encontrado em supermercados. Porém, pelo menos aqui em São Luís, não acho o preço tão bom. Encontro por volta de R$ 18 – R$ 20,00 e, como sempre tinham opções mais barata, nunca decidi experimentar. Mas ele é muito bem recomendado e fica a dica se você quiser testar um shampoo diferente.

 

bio extratus

 

5- Novex Low Poo: por fim, outra dica do nosso grupo querido. O Novex Low Poo é um shampoo sem sulfato. Causa um pouco de confusão, porque vem em um kit junto com o No Poo. Daí ou as pessoas não sabem como usar os dois ou querem experimentar só um. Na verdade o Low Poo é o shampoo e o No Poo pode ser usado como condicionador ou co-wash. O kit custa em torno de R$ 20,00.

 

low poo

 

Gostaram das dicas? Espero que ajude a escolher um shampoo sem sulfato para montar o kit de vocês. Se tiverem mais algum para acrescentar, deixem nos comentários.

Beijos e até mais!

 

patty

Resenha: Creme de Pentear Elseve Hydra-Max Colágeno

ATENÇÃO: este produto não é pra liberado para Low ou No poo.

Olá, migas. Tudo bem?

Por esses dias meu creme de pentear acabou e eu me vi sem creme no meio da semana e sem ter como ir ao supermercado comprar outro. Minha mãe, num ato de gentileza, comprou um pra mim, mas como ela não manja de low poo, acabou trazendo o primeiro que viu pela frente e achou que fosse bom. Daí, pra não fazer desfeita, eu resolvi usar e gostei bastante do resultado.

hydra-max-cp

Lembrando que quando você usa um produto dito proibido, você tem que usar shampoo com sulfato, senão algumas substâncias não sairão do seu cabelo.

Como a gente vive trazendo produto para low e no poo, e eu tenho certeza que tem meninas por aqui que não fazem a técnica, eu resolvi trazer esse hoje como indicação pra vocês.

Ele é do tipo que deixa o cabelo levinho, mas nããao tão levinho (eu sei que muitas meninas preferem esse tipo de resultado no cabelo), bem do jeito que eu gosto. Nem muito pesado, nem muito leve. O cheiro dele também não é enjoativo e dá pra seguir tranquila durante o dia inteiro.

Ele deixa os fios hidratados, controla o frizz e ajuda na definição. A única coisinha que eu não gostei muito foi a consistência. Por ser mais “grossinho” ele não é tão econômico.

Fora isso, eu indicaria pras meninas que não fazem o low. A Paty usou assim que saiu da transição e também gostava bastante. É uma ótima dica!

E vocês, já usaram? Contem pra gente 😉

Beijinhos,

Marca Sabryna

Resenha: Multy Creme Multifuncional Salon Line

Olá! Mais um resenha que eu estava devendo. Depois que acabou meu querido Kanechom Kids, ficou um vazio no meu coração e na minha prateleira que precisava ser preenchido por um co-wash  tão bom quanto. Contei no vídeo dos meus produtos novos após as luzes (se ainda não viu, confira aqui) que comprei o Multy da Salon Line para esta função. Vamos comentar sobre ele.

 

20160503_165825

 

O QUE DIZ A MARCA?

Multy Creme Multifuncional com Vitamina A, Vitamina E e D-Pantenol possui ação de tratamento, proteção, nutrição e desembaraço. O seu uso contínuo protege os fios das agressões externas, torna os cabelos mais saudáveis, maleáveis, brilhantes e nutridos. Também proporciona o famoso efeito “desmaio” nos fios, tornando-os maleáveis e fáceis de pentear.

Vitamina A: auxilia no crescimento saudável.
Vitamina E: ação de proteção antioxidante.
D-Pantenol: proporciona hidratação de longa duração, maciez e brilho.

Modo de uso:
Modo de uso 1: Como Pré- shampoo. Em torno de 10 minutos antes do banho, aplique uma pequena quantidade do Creme Multifuncional nos fios para proteção da ação do shampoo com muito efeito de limpeza, e também das pontinhas ressecadas.
Modo de uso 2: Como Condicionador. Após o shampoo, aplique o Creme Multifuncional uniformemente nos cabelos molhados. Massageie e deixe agir de 1 a 3 minutos. Caso deseje uma hidratação mais profunda, deixe agir por 20 minutos com uma touca. Enxágue.
Modo de uso 3: Como finalizador. Com os cabelos limpos, aplique o Creme Multifuncional mecha a mecha, enluvando bem os fios. Também pode ser usado para proteção dos fios na praia e na piscina e ainda como um ativador de cachos leve, caso seu cabelo seja cacheado.
Modo de uso 4: Como CO-WASH – lavagem suave com condicionador. Com os fios úmidos, aplique a quantidade equivalente ao que usaria de shampoo, da raiz até as pontas. Massageie suavemente e enxágue. Recomendamos intercalar a lavagem co-wash apenas com o Creme Multifuncional com a lavagem regular com uso de shampoo e condicionador. Para cabelos extremamente ressecados, cacheados ou crespos, esse método ajuda a reter a hidratação, pois devido ao seu pH, o creme mantém a cutícula selada.

 

20160503_165855

 

COMPOSIÇÃO

Aqua, Disodium EDTA, Cetrimonium Chloride, Cetearyl Alcohol, Parfum (Fragrance), Cl 19140, PEG-90M, Phenoxyethanol, Methylparaben, Propylparaben, Ethylparaben, Butylparaben, Retinol, Tocopheryl Acetate, Citric Acid, Panthenol, Benzophenone-4.

LIBERADO PARA LOW E NO POO!

 

O QUE ACHEI?

Primeiramente, fiz questão de copiar todas as informações da embalagem, pois curto muito produto repleto de informação como este. Acho uma atitude louvável da marca. Mas na embalagem está também um ponto negativo do Multy: 300ml vão embora rápido demais. Só para co-wash já se usa bastante produto, ainda mais com esses outros usos.

Quanto aos usos, consistência e cheiro, o Multy parece bastante com o Yamasterol tradicional amarelinho. Apesar de que o Yamasterol parece ter textura um pouco mais leve e o cheiro mais suave, na minha opinião.

 

20160503_165936

 

Sobre o modo de uso 1 indicado pela marca, como já contei aqui, estou fazendo No Poo, não estou usando shampoo e não pude experimentar desta forma. Mas é uma ótima indicação para quem ainda usa shampoo e quer reduzir os danos nos fios, como expliquei aqui.

O modo 2 só utilizei como condicionador poucas vezes, porque não consigo substituir meu amado Elseve Nutrição Intensa. Para hidratar também não experimentei, mas assim como o Yamasterol, por ser leve, recomendo que seja utilizado numa receita caseira ou misturando algo para potencializar o efeito.

O modo 3 é para finalizar. Sempre resisti a finalizar com o Yamasterol, por ser muito leve e não segurar bem. Mas ouvi elogios à finalização com o Multy e resolvi experimentar. Ele define bem e segura mais que o Yamasterol, deixa o cabelo bem leve, com um volume bonito. Mas quem procura vários days after sem muito frizz, talvez não goste. Pela textura, ele não conserva tanto a forma. Mesmo assim achei bom para finalizar com algo mais leve, dando mais volume e deixando o cabelo mais solto. Nas fotos, finalizei com ele. Como foi no dia da lavagem, ainda está com pouco volume (utilizei óleo de coco antes do creme também).

 

20160503_173641

20160503_173801

 

O que me incomodou um pouco foi o cheiro, fica um pouco intenso mesmo depois de algumas horas de uso como finalizador. Senti que ele escorre também um pouco pela testa e pelas costas. Difícil acontecer isso comigo, essa sensação incômoda de creme de pentear. Mas mesmo usando e ficando quietinha em casa, tive essa sensação e não é legal 🙁 Mas fora isso é um bom creme para finalizar.

Por fim, o último modo de uso é o meu preferido: o co-wash. Achei que espalha bem pelo couro cabeludo e faz uma limpeza eficiente. Usei até para retirar umectação. Para quem desconfia do co-wash pela ausência de espuma, veja como faz sim espuma, só que mais suave, mas limpante.

 

20160503_112248

 

Mais uma vez fica aqui o recado para a Salon Line nos fornecer uma embalagem maior do Multy. Amei para lavar o cabelo, mas desse tamanho fica inviável 🙁 Paguei por volta de R$ 9,50. Não achei caro, mas por consumir muito rápido, dá aquela dorzinha no coração de ter que comprar de novo.

De qualquer forma, é um bom produto, cumpre com suas multifunções. A marca acertou em cheio!

Alguém já usou? O que acharam? Deixem seus comentários.

Beijos!

 

patty