Inspiração: Blorange Hair

Vocês notaram que desde o ano passado os cabelos coloridos bombaram? Eu vi demais nas ruas! Em 2017 a tendência promete continuar, especialmente numa tonalidade que está sendo chamada de blorange. Talvez você já tenha visto por aí, mas aqui quero mostrar inspirações  para crespas, cacheadas e onduladas <3

Alguns falam que esse nome é uma referência a uma fruta não muito conhecida no Brasil, outros falam que é mistura de loiro com laranja (blonde + orange), mas a verdade é que é uma cor meio difícil de definir. Parece um laranja meio desbotado, um pêssego, alguns misturam levemente com o pink… Enfim, imagens valem mais que mil palavras! Então, seguem algumas fotos para vocês se inspirarem e, quem sabe, fazer uma mudança radical esse ano!

Afro puff mode ▶️

A post shared by Nyané Lebajoa (@nyane) on

Bem Avonzudos em Nova York! @avonbrasil #deixesuamarca #markNYCtour 💣

A post shared by Karol Conka (@karolconka) on

 

E aí, quem faria? Me contem nos comentários.

Beijos!

5 Produtos Baratos para fazer Co-wash

Olá! Lembram de um post passado que fiz uma lista de 5 shampoos sem sulfato? Se não viu, clique aqui. A intenção é dar dicas de produtos acessíveis liberados para low e no poo que vocês sempre me perguntam.  Neste post vou listar 5 produtos próprios para fazer co-washuma lavagem mais suave que, particularmente, meu cabelo adora. Expliquei tudo sobre a técnica aqui e, como comentei no post, não é qualquer condicionador que pode ser usado para lavar o cabelo. O produto não pode conter silicones nem derivados de petróleo, por isso, muitas pessoas ainda tem dúvida do que usar. Espero que essa listinha ajude.

Para fazer co-wash, eu sempre opto por condicionadores baratos, pois utilizo em grande quantidade. Então, vamos à lista da economia 🙂

 

1- Máscara Kanechom Kids: o primeiro não é um condicionador, é uma máscara. Mas a composição é praticamente a mesma do condicionador, então vale qualquer um dos dois. Como a máscara é bem maior, rende mais, então optei por ela. O Kanechom Kids é simplesmente meu co-wash preferido, o melhor que já experimentei até hoje e o post mais acessado do blog. Ele faz uma ótima limpeza, além de ser multiuso, pode ser usado para hidratar e para finalizar. Expliquei todas as formas de uso e o que achei neste post aqui. Comprei no Cachearte em São Luís por R$ 13,00.

 

20160111_091804

 

2- Yamasterol Creme Multifuncional: foi o primeiro co-wash que eu usei e é um velho conhecido de muitas. Também tem diversas funções, mas a minha preferida é para lavar o cabelo. Tem outras versões dele, agora estou experimentando o que tem queratina e a embalagem é cor de rosa. No mercado tem ainda um outro com óleo de argan e um chamado especificamente “co-wash”, mas ainda não usei estes. Por aqui o amarelinho custa em torno de R$ 11,00 essa embalagem maior e é possível encontrar em várias casas de cosméticos.

 

IMG_2167

 

3- Multy Creme Multifuncional Salon Line: ainda nessa vibe de múltiplas funções, a Salon Line tem esse produto que é bem parecido com o Yamasterol. Também gostei dele para co-wash e contei tudo o que achei aqui neste post. Comprei por R$ 9,50, apesar de ter mais barato por aí. Um ponto negativo para mim é a embalagem que até agora só tem esse tamanho que acaba muito rápido 🙁

 

20160503_165825

 

4- Condicionador Elseve Óleo Extraordinário Nutrição Intensa: esse foi uma grande surpresa para mim. Já usava como condicionador, até hoje é meu preferido para esse uso e fiz resenha aqui. Tinha certa resistência para experimentar como co-wash, pois é um condicionador mais denso e achava que não ia funcionar bem para essa função. Pelo contrário, é ótimo! Mesmo sendo consistente, misturando com água, faz boa limpeza e ainda dá uma hidratada no couro cabeludo, o que é ótimo para mim que tenho problema com ressecamento que gera caspa. Gostei muito! A embalagem maior custa entre R$ 12 – 14,00.

 

20160329_193642

 

5- Condicionador Garnier Stop Queda: diferente do Elseve, esse é ideal se você gosta de uma sensação de limpeza maior. O diferencial é que ele tem cafeína na composição, então usando diretamente no couro cabeludo, ele pode estimular o crescimento. O problema é que não tenho mais achado esse condicionador nos supermercados de São Luís, mas também não encontrei nenhuma informação sobre ele ter sido retirado de linha. Alguém tem visto ele por aí? 🙁

 

garnier

 

E aí, já escolheu um produto para fazer a técnica do co-wash? Me conta qual é o seu preferido!

Beijos e até mais!

 

patty

5 Shampoos sem Sulfato (Low Poo)

Um dos temas mais pesquisados aqui no blog é o low poo, principalmente produtos indicados. Aqui e aqui você encontra todas as informações sobre essa técnica.

Para ajudar, vou tentar reunir em posts separados, cada categoria de produtos liberados para a técnica. Vou dar preferência aos mais baratinhos e aos que eu ou Sabryna já testamos. Conto com a ajuda das amigas do grupo de cacheadas do whatsapp para dar mais opções para vocês também.

A categoria de hoje é shampoo sem sulfato, fundamental para o low poo, e contei com a ajuda delas, pois, como já contei, aderi ao no poo e não tenho mais usado shampoo (veja aqui). Espero que gostem das dicas!

 

1- Shampoo Dove Baby: este foi o último shampoo que usei e ainda tenho em casa para usar de vez em quando para um lavagem mais profunda. É um dos que mais as meninas têm usado no grupo. É baratinho e fácil de encontrar. Paguei um pouco mais de R$ 10,00. Infelizmente, em mim ainda ressecou um pouco, mas uma dica boa é misturá-lo com Yamasterol. Confira a resenha completa aqui.

 

20160229_104411

 

2- Shampoo Phytoervas Coco e Algodão: já esse aqui foi o primeiro shampoo sem sulfato que experimentei. Apesar também de ressecar um pouco e ser mais caro que o Dove, achei um ótimo custo-benefício, pois rendeu bastante. Custou em torno de R$ 14,00 quando comprei. Não é tão comum encontrar em supermercados, é mais fácil em lojas de cosméticos. Veja a resenha em detalhes aqui.

 

edit

 

3- Less Poo Yamasterol: esse foi uma dica da Sabryna, que fez resenha neste post aqui. O Yamasterol já é um velho amigo nosso e a marca criou esse shampoo sem sulfato. A Sabry comprou por R$ 11,50 e achou que não ressecou o cabelo.

 

Comprinhas Yamasterol

 

4- Shampoo Bio Extratus Pós Progressiva: esta opção é uma dica do nosso grupo de cacheadas e também é muito falado por aí. Os comentários é que ele faz uma limpeza leve sem ressecar. Outro ponto positivo é que é possível de ser encontrado em supermercados. Porém, pelo menos aqui em São Luís, não acho o preço tão bom. Encontro por volta de R$ 18 – R$ 20,00 e, como sempre tinham opções mais barata, nunca decidi experimentar. Mas ele é muito bem recomendado e fica a dica se você quiser testar um shampoo diferente.

 

bio extratus

 

5- Novex Low Poo: por fim, outra dica do nosso grupo querido. O Novex Low Poo é um shampoo sem sulfato. Causa um pouco de confusão, porque vem em um kit junto com o No Poo. Daí ou as pessoas não sabem como usar os dois ou querem experimentar só um. Na verdade o Low Poo é o shampoo e o No Poo pode ser usado como condicionador ou co-wash. O kit custa em torno de R$ 20,00.

 

low poo

 

Gostaram das dicas? Espero que ajude a escolher um shampoo sem sulfato para montar o kit de vocês. Se tiverem mais algum para acrescentar, deixem nos comentários.

Beijos e até mais!

 

patty

Resenha: Máscara Hidratação Inoar Doctor

O post de hoje eu faço com gosto, porque é sobre um produto que estou apaixonada: a máscara de hidratação da linha Doctor da Inoar. Esta linha tem três máscaras que constituem um cronograma capilar completo: hidratação, nutrição e reconstrução, além de um shampoo. Caso você ainda não saiba o que é o cronograma capilar, leia aqui.

Falei um pouco sobre ela no vídeo sobre as minhas luzes, clique aqui se ainda não viu. Eu estava praticamente sem produtos e precisava fazer uma compra para ter o que utilizar após o processo de descoloração. Confesso que não pesquisei muito sobre essa máscara e acabei comprando meio às cegas, mas tive surpresa muito maravilhosa com ela!

 

Inoar Doctor1
O QUE DIZ A MARCA?

A máscara Doctor H é o primeiro passo para uma rotina de cuidados. A hidratação repõe água, vital para cabelos mais saudáveis. É por isso que preparamos essa máscara com ingredientes que são altamente hidratantes.
A máscara H hidrata muito e não deixa os cabelos oleosos porque a intenção dela é devolver água para os cabelos.

Alguns ativos:
Aloe Barbadensis Leaf Extract: extrato de aloe vera, tem ação emoliente, tonificante, suavizante, refrescante e hidratante.
Ácido Pantotenico: Vitamina B5, também chamada de ácido pantotênico. Possui ação hidratante e umectante bem rápida, além de não apresentar aspecto gorduroso. Adiciona maciez e maleabilidade aos fios, justamente por sua propriedade de absorver água.
Linum Usitatissunum Seed Extract: Semi di lino, tem ação hidratante, restaura a fibra capilar, melhora o crescimento e a vitalidade.

A máscara Doctor H não tem silicones insolúveis em água, petrolatos, DEA e aldeídos. A Inoar faz diversos testes até os produtos chegarem a você, mas nunca em animais.

 

COMPOSIÇÃO

Aqua, Cetrimonium Chloride, Cetearyl Alcohol, Lanolin, Triticum Vulgare Germ Oil, Macadamia Ternifolia Seed Extract, Polysorbate 60, Quaternium-16 (and) Undeceth-11 (and) Butyloctanol (and) Undeceth-5, Behentrimonium Methosulfate, D-Panthenol, Tocopheryl Acetate, Phenoxyethanol, Citric Acid, Triticum Vulgare Germ Extract, Hydrolyzed Keratin, Hydrolyzed Wheat Protein/ Hydrolyzed Soy Protein/ Avena Sativa (OAT) Meal Extract, D-Pantothenic Acid Calcium Salt, Linum Usitatissimum Seed Extract, Aloe Barbadensis Leaf Extract, Parfum, Buthylphenyl Methylpropional, Hexyl Cinnamal, Linallool.

 

LIBERADA PARA LOW E NO POO!

 

O QUE ACHEI?

Em primeiro lugar, queria comentar que adorei o detalhamento das informações e da ação dos ativos do produto na embalagem. Ainda mais por se tratar de uma máscara de um kit para cronograma capilar, fica mais claro a diferença de composição e resultado entre elas.

A embalagem lembra as da Lola, o que muita gente critica porque acha não criativa e o formato ruim para transportar, fácil de vazar. Particularmente, não me incomoda, eu não tive necessidade de levar para lugar nenhum ainda. O cheiro é marcante, mas não enjoativo, nem permanece intenso no cabelo depois de lavado. A consistência é grossinha, o que faz o produto render bastante.

 

Inoar Doctor 2

 

No vídeo em que comentei sobre essa máscara da Inoar, falei sobre a ação dela quando lavei o cabelo a primeira vez depois do retoque das luzes. Considero que ela teve papel fundamental na recuperação do meu cabelo, aliada à queratina líquida da Niely. Mas mesmo pura, ela é uma máscara de hidratação bem poderosa, até pelos vários componente que ela tem como pantenol, vitaminas, extratos. Ela sozinha, sem ser batizada, já faz um bom trabalho. O cabelo fica muito macio e saudável.

Usei também no cabelo da minha mãe num momento muito delicado em que ela estava com o cabelo EXTREMAMENTE ressecado e eu fiz uma hidratação de emergência. Nesta máscara, adicionei óleo de coco e mel e o resultado foi incrível. Minha mãe tem cabelo liso, mas bastante maltratado. Infelizmente, não tenho foto, pois como disse, foi algo de emergência e não teve como tirar.

Fiquei muito curiosa para testar as outras máscaras da linha. Ouvi bons comentários sobre a de reconstrução e por um momento pensei em comprá-la no lugar da hidratação. Mas, por outro lado, com a queratina líquida nessa máscara temos a reconstrução e colocando óleo, temos nutrição.

De qualquer forma, considero uma boa opção para quem quer seguir o cronograma sem bater cabeça de ter que escolher produtos. Ou para comprar separadamente, como eu fiz, também é perfeita. O custo-benefício eu achei válido: comprei por R$ 31,00 ( na Nicy Cosméticos na Cohab, para quem é de São Luís) a embalagem de 450g. Pelo que já vi, dá para encontrar por menos e o kit tem um preço mais em conta do que se comprar separado. É uma máscara de muita qualidade por um preço justo.

Enfim, recomento muito, estou amando e já quero comprar outras!

Alguém mais já usou? O que acharam?

Beijos!

 

patty

Big chop ou não, corte na transição!

Oi! Estou muito inspirada em falar de transição esses dias! Semana passada fiz um post sobre o uso da chapinha durante a transição, se você ainda não leu, clique aqui. Tem outros posts sobre essa etapa aqui no blog também.

Hoje quero falar sobre corte. Como falei no post passado, cada pessoa passa pela transição de maneira diferente. Eu passei sem nem saber que existia esse nome, muito menos sabia da expressão big chop. Eu simplesmente deixei meu cabelo crescer e fui cortando as partes lisas. Cheguei a cortar bem curtinho, mas não tanto quanto um BC. Neste post aqui tem todas as etapas da minha transição.

Conversando com algumas meninas que estão passando pela transição, percebo um receio muito grande delas em cortar o cabelo. Talvez porque muitas delas, ou mesmo você que está lendo agora, pensam que TEM QUE fazer o BC. Mas não é bem assim. O BC é um corte que elimina toda a parte com química do cabelo e, dependendo de quanto tempo está a transição, pode ficar beeem curtinho. Há variações, mas por volta de 11 meses já é uma boa ocasião para quem quer fazer o BC (a Sabryna fez e mostrou aqui).

Esse tipo de corte é ideal para quem não aguenta conviver com duas texturas, quem está ansiosa para cuidar dos cachos e para quem não se importa de ter cabelo curtinho. Mesmo assim, é preciso pensar bem antes, preparar a mente para a mudança radical e procurar um bom profissional. Depois do BC, a transição continua e fica mais fácil lidar com o cabelo já cacheado. É preciso ainda adaptar os cuidados ao novo tipo de cabelo.

 

big-chop

 

Já falando daquelas que tem receio de cortar, imagino que isso acontece porque muitas de nós que alisavam gostavam de usar cabelão e acabam se apegando a ele. Existe também a falsa ideia de que cabelo cacheado quase não cresce, então acham que se cortarem curtinho vão demorar a ter o cabelo grande de novo. Mas não é verdade: cabelo cacheado tem sim fator encolhimento que dá a impressão de que está mais curto, mas o cabelo bem cuidado cresce saudável e normalmente.

Além disso, na transição já é difícil lidar com as duas texturas, ainda mais se o cabelo estiver bem grande. O cabelo alisado e o natural que está crescendo têm necessidades diferentes de hidratação e finalização, caso você queira texturizar a parte alisada terá mais trabalho em um cabelo longo e os cachos por vezes não definem. Então, mesmo que você não opte pelo BC, invista em um corte que reduza o comprimento do cabelo e continue cortando periodicamente, até que a parte lisa seja retirada. Vejo algumas meninas sofrendo tanto com a transição e não imaginam como um corte poderia facilitar tudo!

Tenha coragem! É bom mudar! Quem sabe a transição não seja uma oportunidade para você arriscar coisas novas? Se, por exemplo, você sempre teve cabelão e nunca se imaginou de cabelo curto, pode se descobrir amando a praticidade do curtinho.

Até a próxima!

patty

30 dicas de beleza que toda mulher deve saber

Olá, migas, como vão? Hoje eu trouxe um tema que todo mundo amaa: dicas para se manter bonita. Catei trinta, dentre centenas que tem por aí, que podem ser aplicadas na alimentação, saúde do corpo, pele, cabelos, etc. Todas simples e práticas que podem ser adotadas assim que você acabar de ler. E eu não deixaria de ler nenhum até o final, hein! Está imperdível!!

alimentação2

1. Abuse do azeite de oliva

Já sabemos que o azeite de oliva é ótimo para os cabelos, mas seu uso principal é na alimentação. Além de reduzir o colesterol, o azeite ajuda a prevenir doenças cardiovasculares. Ele é também uma fonte rica em vitamina E. Os melhores a serem consumidos são os extra virgem, com acidez não maior que 0,8%.

2. Não deixe de comer arroz e feijão

Eu sei  que a maioria de nós já entrou em uma alimentação louca seja por conta de uma dieta ou de uma rotina puxadas, mas aqui vai uma dica de vó: bota arroz e feijão no prato, menina! Esses alimentos são uma combinação perfeita para o organismo: possuem uma excelente fonte proteica, propriedades antioxidantes, vitaminas, minerais, fibras e aminoácidos

3. Gosta de um chazinho? O chá verde é uma boa pedida

O chá verde possui alta concentração de antioxidantes. Nele também encontramos alta concentração de caroteno e vitaminas C, e substâncias que atuam no rejuvenescimento do organismo. Ele também é rico em manganês, potássio, ácido fólico e vitaminas (B1, B2, C, E, K). Tá esperando o quê pra chamar as migas pra um chá da tarde?

4. Chocolate na medida certa é benéfico

Amei??? A Páscoa tá chegando, mas quem ama chocolate nem precisa esperar essa época pra comer, não é mesmo? O chocolate (através do cacau) possui propriedades anticancerígenas, estimulantes cerebrais e a capacidade de curar diarreias. Contém proteínas, gorduras, cálcio, magnésio, ferro, zinco, caroteno, vitaminas E, B1, B2, B3, B6, B12 e C. Mas atenção, migas: deve ser consumido com jeitinho (em média 30 g por dia) e deve ter uma alta dosagem de cacau, pelo menos 50%.

5. Precisa de energia? Mel é uma boa pedida.

Mais um ingrediente que já vimos por aqui na seção de receitinhas pro cabelo, mas que também tem funções importantíssimas para o corpo. Além de ter a função de adoçar, o mel ajuda no bom funcionamento do nosso organismo e trata doenças como: gripe, asma, amigdalite e bronquite. É rico em proteínas, vitaminas e sais minerais, auxiliando em problemas respiratórios e funções intestinais.

saude do corpo

6. Higiene íntima

Esse é um tema que não pode ser esquecido hein! A falta de cuidados com a saúde íntima provoca o desequilíbrio da proteção natural da vagina, o que colabora para o surgimento de infecções. Use sabonetes específicos, sempre se proteja na relação sexual, use calcinhas confortáveis (e lindas! rs) e consulte sua ginecologista sempre que desconfiar de qualquer irregularidade.

7. Quer um exercício mais leve, sem dores e suor? Pratique hidroginástica

Suas desculpas acabaram. Os exercícios realizados dentro da água são desenvolvidos com maior facilidade, aumentando o nosso rendimento e possibilitando a prática de atividade por um período de tempo maior. Como o impacto é reduzido, as dores e os espasmos musculares pós-atividades praticamente não ocorrem. Corre pra piscina!

8. Respire profundamente

Inspira, respira e não pira. O sangue precisa de oxigênio. A respiração profunda amplia a clareza da mente e dá mais saúde física. Faça isso calmamente durante alguns minutos do dia, preferencialmente em algum lugar com muito ar puro e você verá a diferença.

9. TPM

Não é frescura, sabemos bem. Apesar de saber que a TPM está relacionada às alterações dos hormônios sexuais estrogênio e progesterona ou à deficiência de vitaminas e minerais, existem tratamentos que podem ajudar muito a diminuir os sintomas. TPM é tratável: converse com sua ginecologista.

10. Seja mais otimista!

Após dez anos estudando como a personalidade de uma pessoa pode influir no aumento ou na diminuição da expectativa de vida, pesquisadores holandeses concluíram que ter uma atitude positiva melhora o bem-estar e diminui o risco de doenças. Xô, pessimismo!

beleza

11. Cuide da sua beleza enquanto dorme.

A Bela Adormecida dormiu por 100 anos e nem por isso deixou de acordar linda, né? À noite, o metabolismo das células da pele se acelera e, por isso, ela absorve os nutrientes melhor que em qualquer outro período do dia. Portanto, se você ainda não possui o hábito de fazer um ritual de beleza antes de se deitar, experimente passar uns creminhos ou algum tipo de máscara facial.

12. Use Bepantol em favor de sua beleza.

Opa, outro produtinho já super conhecido das cacheadas, mas que pode ser usado para diversos outros benefícios também. Esse salvador de pátrias é constituído basicamente de vitamina B5. Bom para evitar rachaduras, ajuda na hidratação da pele. Ajuda também a cicatrizar qualquer coisa mais rapidamente. Para o cabelo, deve ser usado o Bepantol solução, que ajuda hidratar e fortalecer os fios.

13. Manchas nas axilas? 

Passe um pouco de água oxigenada no local e deixe agir por 3 a 5 minutos. Depois, lave com muita água e durma com a pele bem limpinha. De manhã, faça uma leve esfoliação com fubá e sabonete, enxágue bem e aplique seu desodorante habitual. Repita o procedimento por 20 dias seguidos. E não esqueça de contar pra gente o resultado hein.

14. Para unhas fracas, use base de alho para fortalecer

Aah as receitinhas caseiras <3 Misture 1 vidro de base, ½ alho bem picadinho e 1 cravo da índia. Essa mistura vai deixar suas unhas mais fortes e brilhantes. Além disso, você vai perceber que elas vão crescer mais rápido.

15. Não se esqueça de cuidar dos pés e das mãos

Os pés e as mãos geralmente ficam esquecidos na hora dos cuidados e são partes do corpo quase sempre expostos. Esfoliar e hidratar os pés são boas medidas. Nas mãos, jamais se esqueça do protetor e de um bom hidratante.

cabelos

16. Para os cabelos cacheados

Não custa nada lembrar: A hidratação é fundamental para repor os nutrientes, devolvendo o brilho, maciez, elasticidade e forma aos cachos. É muito importante saber a diferença entre os cabelos crespos e cacheados para utilizar os produtos certos; caso contrário, seus cabelos podem ficar opacos e sem movimento.

17. Não se esqueça de repor a queratina dos fios

A queratina tem a função de envolver o fio com uma película, tornando-o mais resistente e com mais elasticidade. O cabelo já possui normalmente a queratina, mas devido às agressões químicas — coloração, poluição, cloro e raios solares — ele acaba perdendo essa proteína. Por isso é importante fazer a reposição de queratina das madeixas. No Cronograma Capilar esse procedimento é feito na etapa de Reconstrução.

18. Faça sua coloração durar mais tempo

Cabelos coloridos? Em primeiro lugar, use tinta de qualidade. Use um tonalizante 15 dias depois da tintura para manter as cores vivas. Faça banho de brilho 20 dias depois da tintura (o banho de brilho é feito com tinta e creme de hidratação). Use a mesma cor da sua tinta nos dois procedimentos

19. Cuidados com os cabelos após a coloração.

Ainda sobre os cabelos tingidos: A partir do momento que você decide tingir ou descolorir os cabelos, deve-se tomar uma série de cuidados, porque toda química mexe com a estrutura do seu cabelo. Hidrate os fios toda semana. Evite usar muito o secador e a chapinha e utilize produtos específicos para cabelos coloridos (ou com luzes e reflexos) para realçar a cor.

20. Quer que seu cabelo cresça mais rápido?

Ótima dica para as migas que acabaram de fazer o BC, assim como eu: hidratação, massagens capilares, bons produtos, manter o couro limpo e ativar a circulação sanguínea ajudam bastante.

 

maquiagem

 

21. Para que sua maquiagem fique perfeita e duradoura, prepare a pele

Para que a maquiagem fique impecável, a pele deve ser preparada corretamente para receber os cosméticos. Use os produtos conforme seu tipo de pele. Como fazer essa preparação? Lave o rosto, hidrate, proteja contra os raios solares e use um primer.

22. Maquiagem mineral

A maquiagem mineral é ideal para quem tem a pele sensível e oleosa, pois os produtos são feitos com matéria-prima natural. Possui propriedades calmantes e anti-inflamatórias. Por isso, é indicada também para peles sensíveis e alérgicas. Além disso, não obstrui os poros.

23. Pele oleosa: Escolha produtos certos para a maquiagem não escorrer!

Migas, eu sei bem o que é ter uma pele que mais parece a fritadeira do Mc Donalds. Por isso, ela requer cuidados especiais. A escolha do cosmético é essencial para manter a pele limpa e livre de óleo. Existem muitos produtos: os chamados oil-free, anti-brilho, reguladores da oleosidade e lencinhos absorventes.

24. Use base facial e mantenha sua pele bonita e protegida

A principal função da base é cobrir as imperfeições, dar acabamento e deixar a pele bonita e com aspecto saudável. Ela unifica a pele e a deixa com uma aparência mais homogênea. Além disso, protege a pele contra vento, poluição e raios solares. Quer uma sugestão? Já dei aqui a dica da base que eu uso e particularmente amo.

25. Está branquinha e gostaria de parecer bronzeada? Use a maquiagem a seu favor!

Para ganhar um tom dourado com a maquiagem, você deve usar produtos específicos que ofereçam esse efeito bronzeador, tais como bases ou pós-compactos. Assim, você pode ficar com a cor do verão o ano inteiro sem precisar se expor aos efeitos nocivos dos raios solares.

pele

26. Use protetor solar diariamente

Aquilo que sua mãe te diz todos os dias. O protetor solar ajuda na redução das queimaduras solares e outros danos à pele — ultimamente ligado a um menor risco de câncer de pele. A proteção solar é a principal forma de prevenir o envelhecimento prematuro e de permitir que a pele danificada possa se reparar.

27. Invista em sabonetes apropriados para lavar o rosto

Para que a pele possa estar sempre bonita e bem tratada, um dos cuidados básicos para o rosto é a limpeza. O objetivo de lavar o rosto é desobstruir os poros, dissolver a sujeira e a maquiagem, bem como remover o excesso de oleosidade. Mas utilize apenas sabonetes específicos para o rosto!

28. O que você deve fazer para evitar as espinhas?

A gente sabe que nem sempre as espinhas ficam lá na adolescência, né? Então, para prevenir o aparecimento delas, é fundamental controlar a oleosidade da pele. A forma mais simples de controle é através da higienização adequada. A esfoliação da pele é bastante importante para desobstruir os poros entupidos. Além disso, use produtos específicos para tratar as espinhas.

29. Proteja sua pele da luz do computador, use base facial

Todo mundo fala nos raios UVA e UVB ao lar livre, mas ninguém se preocupa com a luz visível no escritório ou em casa. A luz do computador pode causar manchas escuras na pele e também envelhecimento. Use base facial ou um filtro mais grossinho que forma um filme protetor.

30. O que você pode fazer para eliminar as olheiras?

Tenha um sono de princesa. Relaxe e durma pelo menos 7 horas por dia. Passe um corretivo no mesmo tom da pele. Antes de dormir, passe um creme cosmético específico para a hidratação da área dos olhos, principalmente aqueles que possuem componentes para amenizar olheiras. Evite a exposição ao sol para evitar a pigmentação de melanina abaixo dos olhos.

Que tal as nossas dicas, gostaram? Muita coisa importante aí, viu. Não esqueça nunca de cuidar direitinho de você!

Fonte: Beleza e Saúde

Beijinhos,

Marca Sabryna

Como começar o Low Poo? Que produtos usar?

Oi, gente! Desde que fiz o post sobre Low e No Poo, percebi que muitas pessoas continuam com dúvidas. Então, decidi fazer mais alguns posts tentando esclarecer as principais. Se você não leu o primeiro post, pare e leia para continuar. Clique aqui.

Nesse post, vamos falar de como começar a técnica. Não sou expert no assunto, mas me baseio na minha experiência que tem dado certo. Acredito (minha opinião!) que é preferível começar pelo Low Poo, porque talvez você ainda vai poder aproveitar alguns produtos que você tem e vai passar por menos mudanças na sua rotina.

Também é possível fazer uma migração gradual para técnica. Eu, por exemplo, primeiro parei de usar produtos com petrolatos (parafina líquida, óleo mineral, etc) antes de aderir totalmente à técnica.

Então, o primeiro passo é checar seus produtos, cremes, máscaras, finalizadores e manter somente os que não possuem essas substâncias. se você quiser ir mais devagar e preferir manter ainda algum produto proibido, lembre-se de lavar com shampoo com sulfato algumas vezes. Procure doar os produtos que você tem que não são permitidos, tente trocar com alguém. Garanto que vale a pena.

Segue novamente a tabela completa, a que considero mais importante para as duas técnicas:

 

Slide1

 

Daí, antes de começar de fato a técnica, você precisa lavar com shampoo COM SULFATO. Isso mesmo. O tempo que você passou usando petrolatos fez com que eles se acumulassem no seu cabelo e somente o sulfato pode retirar. Sugiro lavar pelo menos 2 vezes para garantir que cabelo estará totalmente livre dessas substâncias. Lave com sulfato, hidrate e finalize com os produtos liberados, conforme expliquei acima.

Muitas meninas comentam sobre problemas com caspa no começo da técnica. Isso pode ser causado justamente pelo acúmulo dessas substâncias no couro cabeludo. Se você já começou o low e está com esse problema, use shampoo com sulfato e depois recomece.

Depois disso, você já pode abandonar o sulfato, que é um componente presente na maioria dos shampoos. Esses são fáceis de identificar nas composições, são escritos com sulfate ou sulfonete.

 

Slide2

 

E agora, como lavar o cabelo? Você vai procurar shampoos SEM SULFATO (conforme tabela acima). Deixo aqui algumas sugestões, mas existem outros no mercado.

 

FotorCreated

 

1- Shampoo Phytoervas Coco e Algodão (resenha aqui).

2- Shampoo Argan Oil Lola Cosmetics.

3- Shampoo Creoula Lola Cosmetics.

4- Shampoo Bio Extratus Pós Progressiva.

5- Bio Extratus Low Poo.

6- Novex Low Poo.

7- Shampoo Johnson’s Baby.

8- Shampoo Dove Baby.

9- Deva Curl Low Poo.

 

Você pode alternar a lavagens também seguindo a técnica do co-wash que eu expliquei neste post aqui. Nele você encontra também sugestões de produtos. Basicamente, é lavar com condicionador, mas não pode ser qualquer um. Recomendo bastante o co-wash por ser menos agressivo e mais hidratante.

Aproveito para deixar sugestões de máscaras para Low Poo. Algumas são para No também, mas se seu objetivo é iniciar o Low, você pode utilizar qualquer uma destas:

 

FotorCreated

 

1- Morte Súbita Lola Cosmetics (resenha aqui).

2- Dream Cream Lola Cosmetics.

3- Head & Shoulders Hidratação.

4- Monange Hidratação Intensa.

5- Pantene (todos os cremes de hidratação são liberados)

6- Bio Extratus Banho de Creme.

7- Natura Ekos Castanha Hidratação Intensa.

 

E sugestões de creme de pentear/finalizadores:

 

FotorCreated

 

1- Creme de Pentear Monange Hidratação Intensiva.

2- Creoula Lola Cosmetics.

3- Milagre Lola Cosmetics.

4- Pantene Cachos Definidos.

5- Casulão Umectante Capialar.

6- Tô de Cacho Salon Line.

7- Elséve Óleo Extraordinário.

 

ATENÇÃO! São SUGESTÕES! Existem muitos outros produtos e dentro mesmo destas marcas que citei existem outras opções. Habituando-se à técnica, a gente vai encontrando outras possibilidades, aqui é só um norte 🙂

No Low Poo, você ainda pode fazer uso dos silicones insolúveis. Depois de algum tempo, algumas pessoas sentem que os silicones também pesam no cabelo e migram para o No Poo, onde somente os silicones solúveis em água são permitidos. No primeiro post tem as tabelas completas de substâncias para cada técnica.

De benefícios do Low Poo, para mim, notei melhoria no problema de caspa, mais hidratação e definição do cabelo. Algumas pessoas sentem também crescimento mais rápido, o que já não posso afirmar, porque meu cabelo sempre cresceu bem.

Minhas outras sugestões sobre a técnica são: conheça ou pelo menos tenha uma noção das tabelas, porque nem sempre você terá alguém para perguntar e as pessoas estão sujeitas ao erro também. Você pode deixar salvas no celular para facilitar.

Tenha paciência, parece muito complicado, mas logo se transformá em algo rotineiro e você vai notar mudanças no seu cabelo. LEMBRANDO: qualquer tipo de cabelo pode seguir essas técnicas, não só cacheados.

Qualquer dúvida, perguntem. Isso nos ajuda muito a direcionar os próximos posts!

Até mais 🙂

patty

Cachos da Vez #2: Resenha Morte Súbita Lola Cosmetics

Olááá! Mais um post do tópico Cachos da Vez que, como expliquei da outra vez, vou sempre mostrar o que fiz e os resultados. Se não viu o primeiro, clique aqui.

Hoje temos um plus de uma resenha de um produto que tem bombado e é muito desejado por muitas meninas: a máscara Morte Súbita. A Lola Cosmetics é uma marca que tem cada vez mais ganhado espaço, tanto pela qualidade, quanto pela forma irreverente de apresentação e pela fórmula dos produtos. Tenho muita curiosidade em testar mais itens da marca, mas eles tem um preço um pouco mais salgados do que costumo gastar com produtos, mas ainda assim, até agora os que já testei valem muito a pena.

Vamos falar sobre a Morte Súbita:

 

O QUE DIZ A MARCA?

O que é?

Tratamento semanal e muito luxuoso para cabelos sedentos de vida. Também excelente para o uso pós processos de coloração ou outra química.

O que faz?

Esta fórmula supersaturada de ingredientes ativos restaura a barreira de hidratação natural dos cabelos para dar suavidade, força e desembaraçar
sublime.

COMPOSIÇÃO

Water | Cetearyl Alcohol | Peg 12 Dimethicone | Cetyl Esters | Coconut Oil  | Hydroxyethylcellulose | Triticum Vulgare (Wheat) Germ Extract | Hydrolyzed Wheat Protein PG-Propyl Silanetriol | Hydrolyzed Wheat Protein | Behentrimonium Chloride | Sugar Cane | Hydrolyzed Wheat Starch | Creatine | Panthenol* | Panthenyl Ethyl Ether | Adenosine Phosphate | Stearalkonium Chloride | Phytantriol | Linoleic Acid | PPG-3 Benzyl Ether Myristate |Aloe Barbadensis Leaf Juice | Squalane | Cetrimonium Chloride | Phospholipids | Dipotassium Glycyrrhizate | Sodium PCA | Citric Acid | Disodium Cocoamphodiacetate | Tocopheryl Acetate | BHT | Phenoxyethanol | Caprylyl Glycol | Fragrance/Parfum | Hexyl Cinnamal | Linalool | Butylphenyl Methylpropional | Methylisothiazolinone, Methylchloroisothiazolinone | Limonene | Benzyl Salicylate | Citronellol | Benzyl Alcohol | Geraniol | Coumarin. Pro-Vitamin B5.

 

Liberada para LOW POO!

 

O QUE EU ACHEI?

Eu, particularmente, acho sensacional a apresentação da Lola, a arte das embalagens, os nomes criativos dos produtos (apesar de que Morte Súbita, pra mim, não é um bom nome, haha). As embalagens dos produtos que são como da Morte Súbita, desagradam muita gente, dizem que vaza, ruim pra transportar e tal. Mas eu nunca precisei transportar, então acho até bonitinha, parece um baldinho.

Comprei a embalagem de 1kg porque não achei a menor. Saiu por volta de R$87,00 e não ficou tão pesado porque dividi com uma amiga (fica a dica!).

 

20151209_135501

 

 

O creme é branquinho e bem consistente, mas não super. O cheiro é maravilhoso, meio adocicado e não enjoativo, na minha opinião.

 

14

 

Sobre a função dessa máscara há grande controvérsia, a Lola diz que é Nutrição, mas comentam também da ação de Hidratação ou Reconstrução dessa máscara. Eu comprei um tempo depois de ter feito novamente as luzes e me recomendaram como reconstrução, mas senti mais resultado de hidratação no meu cabelo. Isso não é um problema, a composição é rica em ingredientes para as três etapas do Cronograma Capilar. Se você faz o cronograma e não sabe como encaixar essa máscara, observe o efeito que ela produz no seu cabelo. Se você não sabe o que é o CC, clique aqui.

 

APLICAÇÃO + RESULTADOS

ANTES: meu cabelo tava bem maltratado, dias malhando com cabelo amarrado, sem definição e seco.

13

Lavei com o Phytoervas Coco e Algodão (resenha aqui), apliquei a máscara e deixei agir por volta de 20 min. Depois condicionei com o Elseve Óleo Extraordinário Nutrição Intensa e finalizei com o Pantene Cachos Definidos.

 

 DEPOIS: fotos do day after.

8

10

11

Bem mais hidratado, definido e muito macio. Porém, nesse dia experimentei uma finalização diferente com menos creme e o cabelo acordou com frizz, o que não é comum depois de uma boa hidratação. Contudo, eu quis deixar as fotos pra falar que: frizz não é um problema, é bonito também e nosso cabelo tem quase que normalmente. Vejo muitas meninas preocupadíssimas procurando solução para o frizz, mas na minha opinião temos que aceitar como nosso cabelo é, cuidando, é claro, mas amando e vendo beleza até nas aparentes imperfeições!

Eu amei a hidratação e recomendo a Morte Súbita. Se tiverem alguma dúvida, perguntem nos comentários. Me contem se já usaram também!

Beijos 🙂

 

patty

Cachos da Vez #1

Olá! Como vocês estão? Hoje inauguro essa seção do blog que vai se chamar Cachos da Vez em que vou mostrar o que fiz no meu cabelo, os produtos que usei e o resultado final. Um post bem direto e rápido pra que vocês tenham mais noção dos meus cuidados e tenham sugestões de produtos para usar. Lembrando que eu sigo a técnica do Low Poo, todos os produtos citados são liberados e se você não sabe do que to falando, leia o post sobre o assunto! Vamos lá ao passo a passo! Ignorem minhas unhas, por favor.

1- LAVAR: fiz a técnica do Co-Wash (breve post) com o Yamasterol.

IMG_20151130_162837936[1]

 

2- HIDRATAR: usei a máscara da Amend Gold Black Restauradora batizada com umas gotas do Oléo de Argan Alta Moda É (Alfaparf).

 

IMG_20151130_162901021              IMG_20151130_162946433

 

3- CONDICIONAR: usei o Elseve Óleo Extraordinário da L’oréal.

IMG_20151130_163002396

 

4- FINALIZAR: pra fechar, usei o creme de pentear Cachos Definidos da Pantene.

IMG_20151130_163032441

RESULTADO: as fotos são de assim que o cabelo secou. Já com um certo volume, depois aumentou <3

IMG_20151130_163817713[1]

IMG_20151130_163915293[1]

IMG_20151130_163911177

 

O que acharam dessa nova coluna no blog? Se quiserem resenha de algum dos produtos, deixem nos comentários!

Beijos e até a próxima.

Paty França

O que é LOW e NO POO? O que preciso saber?

Oi, gente! Nesse post vou tentar explicar um pouco sobre as técnicas Low e No Poo. Sei que muita gente na internet já explicou, mas sei que muitas pessoas têm dúvida ainda. E como eu sigo o Low Poo e vou falar diversas vezes aqui no blog, decidi dar uma explicação antes (gostaria de fazer isso em vídeo, mas ainda não foi possível; EM BREVE TEREMOS VÍDEOS).

A origem dessas técnicas vem de quando algumas pessoas começaram questionar o uso de cosméticos e buscavam alternativas mais naturais para cuidar do cabelo, usando óleos vegetais, bicarbonato de sódio e outros produtos.

Mas a técnica como conhecemos hoje é mais semelhante ao que Lorraine Massey escreveu no livro Curly Girl (aceito de presente!), onde ela dá diversas dicas valiosas de cuidado para o cabelo cacheado, incluindo reduzir o uso do shampoo, em que o principal componente é o SULFATO.

curly-girl-the-handbook

 

Mas por que evitar o sulfato?

O sulfato é um componente que tem função de limpar o cabelo. Ele retira substâncias como silicones, óleos minerais, parafina e outros petrolatos, mas também remove a oleosidade natural do cabelo e toda hidratação que fazemos. Assim, o cabelo vai sempre precisar de hidratação, já que o sulfato retira boa parte.

Estes silicones, petrolatos, óleos minerais e parafina líquida, presentes principalmente em condicionadores, cremes e finalizadores, são componentes que formam como uma “capa” ao redor do fio, mantendo a hidratação nele, porém impedindo que o fio receba mais componentes hidratantes. São conhecidos como uma “maquiagem”, aparentemente hidratam, mas apenas se acumulam no cabelo e impedem que novas hidratações penetrem. Esses componentes só são retirados com o sulfato.

RESULTADO: o sulfato resseca seu cabelo, daí você investe em bastante hidratação, mas o cabelo não apresenta bons resultados, já que você continua usando silicones, petrolatos, óleos minerais e parafina líquida que impedem que essa hidratação seja reposta. Um círculo vicioso.

E onde entra o NO POO nessa história?

Se o sulfato resseca o cabelo, recomenda-se deixar de usar. Consequentemente, é preciso parar de usar também produtos que tem petrolatos, óleos minerais e parafina líquida na composição. Na técnica do No Poo, além destes, são proibidos os silicones insolúveis em água.

As alternativas para lavar o cabelo são alguns tipos de condicionadores (co-wash) ou o próprio bicarbonato que falamos no começo do post.

E o LOW POO?

Nesta técnica petrolatos, óleos minerais e parafina líquida são proibidos, mas é possível usar ainda os silicone insolúveis em água e que saem com shampoos sem sulfato.

Quais os benefícios?

Pode parecer muito estranho não usar shampoo ou uma tarefa difícil a de escolher produtos liberados, mas ao aderir a técnica, ao poucos, você vai percebendo o quanto o shampoo resseca mesmo, principalmente os cabelos cacheados que já são naturalmente mais secos. Eu faço low poo desde, mais ou menos, junho desse ano e meu cabelo está bem menos ressecado, mais hidratado, mais definido. Até economizo produtos, já que sinto bem menos necessidade de hidratar o cabelo, pouca quantidade é suficiente. Além disso, eu lavo menos o cabelo, já que consigo mais days after.

Como identificar produtos liberados para cada técnica?

No começo é meio confusa a técnica e eu pensei que não fosse me adaptar à escolha dos produtos, mas hoje se tornou rotina e o mercado tem fornecido cada vez mais opções. Abaixo seguem tabelas com os componentes que precisam ser evitados em cada técnica. Sugiro que deixem salvo no celular e levem com vocês na hora da compra. Com um tempo os nomes se tornam habituais e dá pra ter noção sem precisar das tabelas. Nas resenhas aqui no blog vou sempre especificar a composição dos produtos também.

 

LOW POO

São três tabelas para quem quer seguir essa técnica, mas considero a primeira a mais importante. As outras duas, apesar de muitos compostos, são os sulfatos que são fáceis de identificar numa composição.

  1. Derivados do petróleo proibidos para LOW e NO POO:

Slide1

2. Sulfatos proibidos para LOW e NO POO:

Slide2

3. Sulfatos permitidos para LOW: são mais fracos, ressecam menos o cabelo e retiram silicones, mas não retiram os derivados do petróleo.

Slide3

 

NO POO

Além das tabelas acima que tem proibidos para No, precisamos acrescentar os silicones que não podem ser usados nesta técnica. Aparentemente são muitos compostos também, mas os silicones podem ser identificados pelas terminações cone, -xane, -conol.

Nas tabelas, PEG e PPG indicam que os silicones são solúveis em água e não se acumularão no cabelo.

  1. Silicones solúveis permitidos para LOW e NO POO:

Slide5

Slide6

2. Silicones insolúveis proibidos para NO (liberados para LOW):

Slide4

É muito importante ao menos ter noção dessas tabelas, pois mesmo quando alguém nos recomenda algum produto, é normal a pessoa se enganar ou o produto pode ter sofrido modificações de fórmula. Além disso, você acaba descobrindo algum produto novo pelas prateleiras.

Mas afinal, COMO COMEÇAR?

Recomendo uma transição gradual, reduzindo primeiro os produtos com derivados do petróleo e depois, consequentemente, os shampoos com sulfato. É até mais econômico, pois você não precisa se desfazer de uma vez dos seus produtos. Eu fiz isso e depois decidi aderir ao Low Poo. Daí lavei o cabelo mais algumas vezes com shampoo COM sulfato, para garantir que seriam retirados todos petrolatos e comecei definitivamente.

Só amores por essa técnica. Hoje em dia meu cabelo sofre muito com shampoo, até mesmo o com sulfato. Tenho preferido lavar fazendo co-wash, mas isso pode ser tema de futuros posts. Problemas de caspa que eu costumava ter sumiram, já que a parafina  que se acumula no couro cabeludo é uma das causas.

Espero que esse post longo, porém informativo, tenha sido útil para vocês. Deixem dúvidas nos comentários, algo que não tenha ficado claro e se já fazem alguma técnica, contem a experiência de vocês também.

Beijos e até a próxima!

Paty França