“This is Us” faz bem ao coração ❤

[SEM SPOILERS]

“This is Us” é uma série que desde o primeiro episódio eu queria escrever sobre ela aqui. Me segurei até terminar, mas depois que terminou acabei deixando passar, mas hoje, finalmente, esse post sai.

 

Você pode até achar o título desse post meio brega, mas foi só assim que consegui descrever. E era esse o sentimento que eu tinha a cada episódio. No meio de tanto sensacionalismo, violência, tensão a que somos submetidos (eu até gosto em alguns momentos, confesso), uma série leve, que te faz refletir, que traz sentimentos bons, é uma preciosidade.

Para quem não sabe, This is Us é uma série da TV americana NBC, que até pouco tempo estava passando por lá. Assisti quase que simultaneamente. Eu comecei a ver sem saber praticamente nada sobre a série. E foi a melhor coisa! Os primeiros episódios eram sempre uma surpresa para mim, os acontecimentos iam se desenrolando aos poucos.

Foi a partir das indicações no Globo de Ouro e outras premiações que a série me chamou atenção e também porque do elenco conhecia a Mandy Moore (Um Amor Pra Recordar, que eu nem gosto, mas ok haha) e o Milo Ventimiglia, o Jess de Gilmore Girls, que já falei aqui e que era um personagem que eu costumava odiar, mas com o retorno da série me conquistou. Enfim, estavam falando muito bem de This is Us, então resolvi assistir.

 

A única informação que eu tinha da história e que está na sinopse é que trata sobre a vida de diferentes personagens que fazem aniversário no mesmo dia. Só isso mesmo. Por isso, fui sendo surpreendida em cada momento e não vou dar muito detalhes para vocês também!

This is Us é sobre família e todas as questões que estão envolvidas nesse meio. Acredito que seja impossível não se identificar com algum aspecto mostrado. Vou dar um exemplo, sem spoilers: tem um episódio sobre máquina de lavar, em que trata do objeto na rotina da família e como marca a história deles e eu chorei muito, porque também é algo que, para mim, marcou demais minha família e era algo que eu nem me dava conta, sabe? E foi mostrado de forma tão singela, tão natural que foi o que mais me emocionou. E esse foi só um caso, em muitos momentos fui tocada lembrando de situações da minha família ou imaginando a construção da minha futura família também (contando quantas vezes vou escrever “família” nesse post, haha).

Além disso, This is Us trata de assuntos muito importantes, atuais, que geram reflexão, como autoestima, aceitação, preconceitos, carreira profissional, relações familiares… Enfim, muitas questões que fazem a série ser ainda mais relevante.

Por fim, outro grande forte da produção são as atuações maravilhosas. Na minha leiga opinião, todos os atores são bons, o elenco é incrível. Chorei ou ri com todos eles. Falando em chorar, a série é sim um drama, mas pode ir sem medo de ficar para baixo demais. Tem leveza, tem humor. Sobre o  final da temporada, eu esperava um pouquinho mais, mas mesmo assim não tira todo o mérito dela. É ideal para você sair um pouco da sua rotina cansativa e ser abraçado por essa série.

Sim, This is Us te abraça e vai fazer bem ao seu coração. Para entender isso, tem que assistir!

Vamos conversar se você já assistiu, me conta o que achou!

Até mais!

 

Filme do Mês: La La Land <3

Esse ano uma das minhas resoluções é ir muito mais ao cinema, que é um dos meus programas preferidos da vida. Para mim, ir ao cinema é uma experiência e ir sozinha, às vezes, é ainda melhor. Gosto muito!

Por isso, pretendo uma vez por mês falar de um filme aqui. Não garanto ser sempre de estreias no cinema, porque sempre estou no Netflix também e lá têm muuuitas opções. Já escrevi sobre filmes outras vezes, é só dar uma olhadinha na seção Outras Ondas do blog. Quero destacar mais uma vez que não sou nem um pouco expert em cinema. Escrevo como espectadora que gostou e quer dar uma dica de amiga 🙂

Para começar lindamente, vamos falar de: La La Land (suspiros). Eu estava MUITO ansiosa para ver esse filme. Primeiro, porque os protagonistas são dois atores muito queridos: Emma Stone e Ryan Gosling. Segundo, porque criei grande expectativa pelos comentários e essa expectativa só aumentou depois que assisti o Golden Globes (amo temporada de premiações!) e o filme levou tudo.

La La Land se passa em Los Angeles onde Sebastian (Ryan) e Mia (Emma) correm atrás dos seus sonhos: ele é um músico apaixonado por jazz que quer abrir um abrir um clube que valorize esse estilo musical e ela é uma atriz que trabalha em um estúdio como garçonete, mas ainda não conseguiu uma oportunidade para atuar. La La Land tem toda a aura encantadora de Hollywood, da magia do cinema, do sonho de muita gente em fazer parte daquilo.

Esse filme é um musical, mas calma. Acho que mesmo não gostando desse tipo de filme, você poderia dar uma oportunidade para La La Land. Musical também não é meu estilo de filme preferido, mas me envolvi tanto com La La Land que não achei nada cansativo e nem “estranho” as pessoas cantarem de repente, haha. Isso porque a história transcorre em muitos momentos sem música toda hora, sabe? E a trilha sonora é TÃO linda, emocionante, casa tão bem com o filme que não me incomoda nem um pouco o filme ser um musical. Aliás, estou viciada na trilha sonora, não paro de ouvir. Tem no Spotify aqui.

Além disso, Emma e Ryan estão maravilhosos. O talento deles me surpreendeu muito, cantando, dançando, atuando, principalmente a Emma. Merecidas as premiações de Melhor Ator e Melhor Atriz no Globo de Ouro. E eles juntos é uma combinação que dá super certo. Apaixonante.

 

 

Por fim, fiquei obcecada pelos figurinos incríveis, impecáveis, que remontam o cinema de antigamente. Apesar de não entender muito bem, posso arriscar dizer que a Fotografia é excelente. Visualmente é tudo maravilhoso, fiquei realmente encantada. As coreografias, os cenários, a luz, tudo!

 

 

Enfim, La La Land mexeu muito comigo. Não é só um romance. É sobre acreditar nos sonhos, ter alguém do nosso lado que nos incentive a realizá-los e um final surpreendente que deixa uma reflexão (pelo menos em mim). Me emocionei bastante e posso afirmar que é um dos melhores filmes que já assisti. É mágico. Se a intenção dos criadores de uma arte é tocar as pessoas, tenho certeza que alcançaram o objetivo com esse filme.

La La Land também está entre os preferidos para o Oscar e, apesar da Academia dar preferência aos filmes de drama, acredito e torço muito para que seja premiado.

Fica a minha dica, corram para assistir! Veja o trailer para ficar com o gostinho:

 

Se você já viu, deixe aqui sua opinião, preciso conversar sobre esse filme!

Beijos e até mais.