Resenha: Maionese Light Tô de Cacho

Já faz um tempo que foi lançada a Maionese Capilar Tô de Cacho da Salon Line e eu demorei um tempo para achar a versão light, que é liberada para low poo. Depois que comprei passei mais algum tempo testando e, finalmente, vim fazer resenha.

Mas por que uma maionese para cabelo? É muito comum entre as crespas e cacheadas usar a maionese comestível em receitinhas caseiras, já que ela é bem oleosa e fornece uma nutrição poderosa para os fios. Daí a Salon Line teve essa ideia de adaptar para um produto capilar. Vamos conhecê-la melhor.

 

O QUE DIZ A MARCA?

Pensou numa NUTRIÇÃO TURBINADA? Nós pensamos e temos certeza que você está procurando! Ebaaa, acabou de encontrar! Essa maionese CAPILAR LIGHT é dos Deuses. Um sucesso só! Light só porque ela é livre de sulfato, parabenos, petrolato, parafina e óleo mineral… fora isso, possui uma hidratação de tirar o fôlego! Adeus cabelo embaraçado e ressecado! Aqui só tem emoliência e nutrição! Tudo isso ainda com um cheirinho incrível! Eeee delícia de produto! Então vamos arrasar?! 😉

SUGESTÃO DE USO

Após lavar os cabelos, aplique a maionese CAPILAR LIGHT – UMA NUTRIÇÃO TURBINADA mecha por mecha, massageando do comprimento até as pontas. Deixe agir de 3 a 5 minutos. Enxágue. Para melhores resultados, use a linha completa #TodeCacho de sua preferência. Dica: Se o cabelo estiver extremamente ressecado, você pode fazer umectação noturna apenas com a maionese Capilar Light ou misturá-la com um dos nossos Óleos de Umectação para um tratamento turbinado. A maionese Light #TodeCacho é um tratamento cosmético extremamente nutritivo por ter uma grande concentração de óleos e a mistura do óleo de umectação + a maionese Capilar Light só deve ser feita se o cabelo estiver muito ressecado, pois caso contrário, poderá pesar nos fios. Quando a saúde do fio estiver recuperada, indicamos o uso a cada 15 dias. Para curvaturas 2ABC e 3A, indicamos a aplicação no comprimento dos fios evitando a raiz.

COMPOSIÇÃO

Aqua, Cetearyl Alcohol, Hydrogenated Soybean Oil, Glycerin, Behentrimonium Methosulfate, Hydrogenated Vegetable Oil, PEG-90M, PEG-150/Decyl Alcohol/SMDI Copolymer, Cetrimonium Chloride, Behentrimonium Chloride, Cocos Nucifera Oil, Parfum, Disodium EDTA, BHT, Citric Acid, Olea Europaea Fruit Oil, Sesamum Indica Seed Oil, Albumen, Methylchloroisothiazolinone, Methylisothiazolinone, Cetyl Alcohol, Quaterninum-33, Cl 19140, Cl 15985, Hexyl Cinnamal, Linalool. 

LIBERADA PARA NO E LOW POO!

 

O QUE EU ACHEI?

Em primeiro lugar, é muito importante não confundir a Maionese Tô de Cacho da embalagem de tampa laranja, que não é liberada para as técnicas de low e no poo, contém petrolatos e silicones. A Light que é liberada, tem a tampinha azul.

 

Dando uma olhadinha na composição, a Maionese Tô de Cacho é rica em glicerina, componente muito hidratante, alguns óleos e proteína do ovo, um ingrediente comum na maionese comestível. A consistência e cor parecem muito também, mas pode ficar tranquila (o), o cheiro não é igual. A fragrância é a mesma dos outros produtos da linha Tô de Cacho que, particularmente, eu adoro.

 

A marca sugere dois tipos de usos, como vimos acima. O primeiro é como uma máscara normal, depois de lavar, deixando agir como de 3 a 5 minutos. E o segundo modo é como uma umectação noturna.

O uso como uma máscara de nutrição normal, após lavar o cabelo, é bom, deixa o cabelo macio e definido. Mas esperava algo mais potente, como a embalagem mesmo diz que é uma nutrição poderosa e em alguns cabelos pode até pesar. Como eu faço luzes, eu precisava de uma máscara de nutrição mais power e achava que seria essa, mas não foi o que aconteceu. Preciso até de uma quantidade considerável para meu cabelo, ela não chega a derreter quando passo. É boa, mas não é SUPER nutritiva como eu esperava, entenderam?

Já como umectação, eu confesso que não fiz noturna, porque achei meio estranho por ser um creme muito consistente e não um óleo. Já fiz umectação noturna com outra máscara, a Umectação de Oliva da Lola (resenha aqui), mas ela é mais leve e passando no cabelo fica mais parecida com um óleo. A Maionese eu experimentei como umectação por algum tempo antes de lavar o cabelo, misturando com o Óleo de Coco Puríssimo Tô de Cacho (resenha aqui). Dessa forma eu gostei bastante, é um tratamento mais profundo que dá muita definição e maciez. Vejam o resultado no meu cabelo, essas fotos são do day after. Um pouquinho de frizz, mas bem definido.

 

Diferente do que a marca sugere, não acho que ela pesa nos fios. Então acho tranquilo usar mais de uma vez na semana. Onduladas e de cabelo liso também podem usar.

Eu paguei R$ 16,90, a embalagem é de 500g, mas com certeza vocês encontram por menos (pelo menos em São Luís). Como eu estava com dificuldade em achar a Maionese Light, quando achei comprei logo. Achei que foi uma boa compra. Apesar de não corresponder a todas minhas expectativas, é um bom produto.

Se você já usou, deixe nos comentários sua opinião.

Até a próxima!

 

2 comentários em “Resenha: Maionese Light Tô de Cacho

  1. Eu usei ela uma vez como pré poo mas achei q meu cabelo ficou ressecado, vou tentar misturando ao óleo de coco pra ver se funciona, os óleos da salon tbm nao deram certo nos meus belos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protected by WP Anti Spam