Gilmore Girls: família, amor e café

Playlist para ouvir enquanto lê o texto: https://goo.gl/oFGM1A

 

Preciso falar sobre Gilmore Girls, essa série antiga que a gente assistia no SBT (com o nome de “Tal mãe, tal filha”) ou na Warner. Recentemente, o Netflix anunciou lançamento de novos episódios e disponibilizou todas as temporadas. Por isso, está todo mundo apaixonado por essa série de novo e eu também.

 

gilmore girls

 

A história é sobre Lorelai Gilmore (Lauren Graham) que teve uma filha, chamada Rory (Alexis Bledel) aos 16 anos, saiu de casa, foi morar numa cidade chamada Stars Hollow, é gerente de uma hotel e luta para realizar seu sonho de ter a própria pousada, em sociedade com a melhor amiga Sookie (Melissa McCarthy), além possibilitar que Rory realize seu sonho também, que é entrar em Harvard. Logo no primeiro episódio, Rory é selecionada para uma boa escola particular, porém, sem condições financeiras para pagar, Lorelai recorre aos pais, com quem não mantém contato e guarda mágoas desde o conflito por causa de sua  gravidez inesperada.

O enredo é muito simples, mas vários elementos tornam essa série apaixonante. O principal deles são os personagens e a maneira como eles se relacionam. Lorelai e Rory não são só mãe e filha, mas melhores amigas, numa relação de cumplicidade em que surgem alguns conflitos e é muito divertida. Os diálogos entres elas são marcados por muitas referências de cinema, música, cultura pop, além de sarcasmo e ironia que se você não estiver atento perde alguma tirada. Esse é outro ponto bacana de Gilmore Girls: o texto é rápido e muito bem escrito.

 

 

Além da adorável relação das garotas Gilmore, o relacionamento com o outro lado da família, os pais de Lorelai, também é interessante. O casal parece rude, insensível, mas no decorrer dos episódios vamos percebendo afeto e cuidado por parte deles com a filha e a neta. Para mim, esse contexto familiar traz muitas lições de que são essas pessoas que realmente se preocupam com a gente, cuidam e nos amam, apesar das diferenças. Como é importante cultivar os laços familiares, mesmo com tantos problemas! A gente acaba se deparando com as semelhanças que aproximam e não só as diferenças que afastam. 

 

 

A amizade de Lorelai com Sookie é outro elemento, para mim, inspirador. Sookie é uma amiga, literalmente, para todas as horas. Além dela, Lorelai tem Luke (Scott Patterson), dono do restaurante mais frequentado da cidade, que tem uma queda por ela, mas acima de tudo, é um amigo sempre disposto a ajudar. Na verdade, a cidade toda ama as Gilmore Girls e sempre as apoiam.

 

 

Outro elemento de destaque é a cidade. Stars Hollow é uma cidade pequena, adorável e também surreal. Todo mundo se conhece, tudo funciona bem e você sente vontade de se transportar para lá e conhecer todos os cantinhos, moradores e tomar um café com Lorelai e Rory. Sim, café, muito café nessa série! Fico desejando café toda hora enquanto assisto!

 

 

Por fim, muitos amores marcam Gilmore Girls. Os relacionamentos de Rory vão mudando em cada fase da sua vida e é legal acompanhar esse amadurecimento. Ela e Lorelai se apoiam e, muitas vezes, é a garota que aconselha a mãe. Elas nos ensinam também que os amores não são o mais importante e que tudo bem ficar sozinha de vez em quando se elas tiverem uma a outra e as amigas por perto <3

 

 

Não posso deixar de citar ainda que Gilmore Girls é fantástica também pelo protagonismo feminino, mulheres decididas, independentes, que conseguem se virar e são muito felizes. Enfim, a série toda é uma inspiração em suas sutilezas, além de ser leve e muito gostosa de acompanhar.

 

 

Vocês já assistiram? O que acham? Têm algum (a) personagem preferido (a)?

 

patty

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protected by WP Anti Spam