A vida pós BC

Já é de conhecimento de todo mundo por aqui que eu já concluí a minha transição e estou com o cabelo 99% natural, certo? (99% porque ainda tem uma ou outra pontinha lisa). Então, como estou com quase um mês e meio de BC, eu vim contar um pouquinho de como está sendo essa nova fase pra mim.

Snapchat-3965947837664090395

Tamanho

No dia que eu saí da salão com o cabelo bem curtinho, eu estranhei primeiramente a leveza. Balançava a cabeça de um lado pro outro e parecia que tinha pluma no lugar dos cachos. Sério, foi bizarro. Mas ao mesmo tempo muito surpreendente. A primeira vez que eu lavei senti  o quanto estava pequeno pelo vão que ficava quando eu descia a mão pelos fios. Eu segurava mais o ar do que cabelo. Mas não me arrependi e não achei curto demais. Pelo contrário, achei que ia ficar bem menor.

Comentários

Bom, por mais que a gente diga que as decisões quanto ao nosso cabelo cabem somente a nós, não podemos negar que ficamos curiosa com o que as pessoas vão achar, principalmente aquelas que são próximas de nós, como família, amigos, etc. Em casa foi uma baita surpresa, porque eu saí de casa sem dizer que ia fazer o BC (aloka), então todo mundo tomou um susto, mas achou ~bonitinho~. Meu pai não curtiu tanto assim, mas acho que agora ele já está se acostumando (não tem mais pra onde correr, pai!). Meus amigos todos amaram e elogiaram bastante, e a comunidade cacheada então nem se fala. No geral, recebi muuuitos mais elogios que críticas, e isso me deixou bem feliz também.

Desafios

O meu maior desafio foi, e está sendo ainda, a finalização. Desde a época de transição eu já não era muito boa em finalizar, não tinha muita paciência e nem jeito, o que fez eu querer acelerar ainda mais o meu corte. No primeiro dia pós BC eu não fitei o cabelo, só apliquei o creme e amassei. Não ficou muito bom porque eu não estava acostumada com o volume e achei um tanto quanto estranho, confesso. Aos poucos fui fitando mais devagarzinho, ajeitando como podia, até porque, por conta do tamanho, é muito difícil separar as mechas sem que elas caiam uma por cima da outra e bagunce tudo. Mas enfim, ainda não encontrei o MEU melhor jeito de finalizar e estou aprendendo com o tempo.

Cuidados

Assim que eu cortei eu comecei imediatamente o Low Poo. Aprendi tudo certinho, comprei os produtos e estou seguindo a técnica direitinho. E continuo com o Cronograma Capilar também, então lavo o cabelo um dia sim e um dia não. Mas molho todos os dias, o que acredito que não seja lá o recomendado, mas eu e o day after ainda não nos acertamos muito bem. Mas chegaremos lá!

PhotoGrid_1456272267134
A foto não está um poço de resolução, mas dá pra ver como eu deixo quanto ao volume 

Definição

Bom, os cachos estão com uma boa definição, mas acredito que podem melhorar conforme o aperfeiçoamento das minhas finalizações. Não estou com Scab Hair e ele costuma ficar definidinho o dia inteiro, sem problemas. No dia seguinte não acordo com ele totalmente bagunçado e sem forma, mas com muito frizz e volume, coisas com as quais ainda não me acostumei (deem um desconto!)

Crescimento

O crescimento está m-a-r-a-v-i-l-h-o-so. Acho que o Low Poo está sendo essencial nesse quesito (além do que meu cabelo está morto de saudável e macio) e eu já senti um crescimento considerável nesses 45 dias. Já tô quase com tufinhos de cabelos caindo em cima do olho hehe. A técnica é destruidora mesmo! No bom sentido, claro.

Snapchat-8496786496462187286

Esses foram os pontos principais que eu achei importante compartilhar com vocês. São os meus dramas e aprendizados com o cabelo novo. Ainda não sou a rainha master dos cachos, mas estou caminhando para manter e cuidar deles para que o resultado daqui a 1 ano, 1 ano e meio, seja não apenas tranquilo, como também favorável rs. O importante mesmo é que estou satisfeita por ter começado e ido até o fim com a ideia da transição. É uma sensação maravilhosa você tocar, cuidar e exibir por aí o próprio cabelo.

Se vocês tiverem dicas pra me dar, ou histórias pra compartilhar, já sabem como funciona, é só comentar por aqui ou pelas redes sociais. Vou amar trocar ideias com vocês. Até a próxima!

Beijinhos,

Marca Sabryna

Um comentário em “A vida pós BC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protected by WP Anti Spam